Ache aqui o que você procura!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Um pouco sobre as crianças

Amigos me perguntam porque não tenho falado das crianças, do dia-à-dia com elas ou suas histórias. Não sei bem porque isso acontece, mas vou tentar explicar

Passo muito tempo com elas, passo muito tempo SÓ com elas. Tenho convivido pouquíssimo com adultos nos últimos 2 anos e meio.

Meu filho mais velho cresceu, bateu assas e voou para longe do ninho, foi alçar seus próprios voos indo atrás dos seus sonhos. A adolescente da casa não me dá muita linha, tá naquela fase em que tudo que a mãe fala é besteira. Além da escola os interesses dela são as amigas, as intermináveis conversas no msn, mini fazenda, café mania, Luan Santana, Restart e Justin Bieber. Eca! Fica difícil um diálogo muito prolongado. O marido trabalha 25 horas por dia, 8 dias por semana. Nosso tempo juntos é limitado, se resumindo em pequenas doses diárias assim tipo um tratamento homeopático. Só quem quer papo comigo são as crianças.

Em ordem: Camila, Letícia e Aline a turminha do barulho
De tempos em tempos me sinto exausta e sem paciência. Elas sugam toda a pouca energia que eu tenho, vocês devem lembrar que a fadiga é o principal sintoma da EM e ela me debilita bastante. Então preciso de uma "folga". 

Essa semana finalmente recomeçamos a levá-las para escola depois de umas "férias" forçadas de uns 2 meses, em virtude do frio extremo e do tempo úmido para que se recuperassem bem da sucessão de dodóis que vinham tendo desde março. O frio e a umidade ainda persistem, mas como agora elas estão bem, decidimos pelo retorno.

Na escola, além de me darem uma folga pois não é fácil nem mesmo para uma mãe saudável e cheia de energia tomar conta sozinha de 3 crianças pequenas, elas podem conviver com outras pessoas e crianças, receberem um estímulo pedagógico diferenciado e ainda aproveitam o espaço para brincar, já que em casa espaço é o que menos se tem.

Imaginei, e as professoras também, que depois de tanto tempo elas precisariam de uma readaptação, mas elas entraram na escola como se estivessem indo todos os dias, nem tchau nos deram. E ficaram bem. Elas simplesmente adoram a escola e é por isso que eu não me sinto culpada em deixá-las lá. É bom pra mim, mas é muito bom pra elas também, que se desenvolveram bastante depois que começaram a ir. Deixaram de ser tão bicho-do-mato, estão muito mais sociáveis, desenvolveram bem a linguagem e várias outras coisas mais.

Estes primeiros dias aproveitei pra descansar um pouco (muito!), estava realmente precisando pois a fadiga física sempre vem acompanhada da fadiga mental que me deixa muito desatenta e burra.
Espero que na medida em que esteja mais descansada e depois de tagarelar com o mundo através do blog, eu encontre inspiração de narrar as peripécias das minhas pequenas, que não são poucas.
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. As res coisas mais fofas. nao deve ser facil pra vc, imagine com 5 filhos, ja falei q vc é minha heroina né?
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Você é corajosa, 5 filhos não é para qualquer uma não...eu mesma não tenho coragem nem para ter um!!!
    om essa turminha sua casa deve ser uma festa todo o dia!
    As meninas são fofíssimas, parabéns!

    Ótimo final de semana para vocês todos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que gatinhas...
    eu AMO crianças... e estou sempre cercada delas...seja filho de alguém, sobrinho, vizinho...rs

    pra mim é uma troca de energias tão gostosa, me sinto esgotada, e ao mesmo tempo cheia de vida...

    mas 3 deve ser complicado mesmo.. porque não é só brincar né?

    Aproveite esse descanço e volte a nos contar as peripécias...rs

    beijoooos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Tukaaaaaaaa que coisa mais fofa essas pessoinhas... fiquei doida prá dá uns "arrôxos" (como dizem no Nordeste) nelas. Mas, admiro sua coragem, porque educar é muito difícil e 5 então? É um desafio!
    Lindo texto!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Seu blog é uma delícia de ler Tuka!
    Tb acho que às vezes as mães precisam de uma folga pra continuarem a se sentirem além de mães mulheres!
    beijocas,
    mari.

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus Tuka...q princesas!!!
    Ate me encoraja a ter uma! UMA SÓ!!! kkkkkkkkkk
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Seu blog é uma delícia de ler Tuka!
    Tb acho que às vezes as mães precisam de uma folga pra continuarem a se sentirem além de mães mulheres!
    beijocas,
    mari.

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...