Ache aqui o que você procura!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Doar-se

Doar-se faz bem. Mas doar-se sem exigir nada em troca, sem esperar reconhecimento, sem vangloriar-se disso.
Conheço muitas pessoas, algumas bem próximas à mim, que são disponíveis, estão sempre ali pra te dar uma mão, mas falam isso pra todo mundo. Dizem que fazem porque querem, porque gostam, mas no fundo, gostam mesmo é de fazer propaganda de si mesmo.

Quem se doa ao outro sem interesses, o faz tão discretamente que muitas vezes nem mesmo o principal beneficiado percebe que está sendo ajudado. Quem se doa sem interesse, o faz por amor e espera como única recompensa, o sono tranquilo de quem sabe que fez a coisa certa. A maneira de doar deve valer muito mais que o ítem doado, valor não só monetário, mas principalmente o valor sentimental, valor do tempo, valor do amor.
Doar-se em pequenos gestos, como dar lugar no ônibus a uma pessoa mais velha, ou mesmo a uma mais nova que esteja visivelmente mais cansada que você. Ou dedicando seu tempo a ouvir as queixas de alguém, simplesmente ouvir sem julgar nem dar conselhos, apenas ouvir. 
Doar a sua atenção, ao vovô ou a vovó, não necessariamente os seus, mas aqueles que estão sozinhos e tem ainda tantas histórias pra contar.
Abrir mão do seu lazer preferido, do fim de semana de descanso, de um tempinho a mais com os filhos para ajudar aquele vizinho que nem te dá bom dia a consertar a cerca. 
Dar carona num dia de chuva a uma pessoa que você conhece só de passagem. 
Ajudar alguém que você não conhece a carregar as compras do supermercado.
Empurrar um carro velho que quebrou no meio da rua ou ajudar a trocar um pneu.
Ou às vezes, simplesmente caminhar ao lado de alguém, que está tão triste ou furioso que não quer nem conversa, mas acaba ficando mais calmo percebendo que você caminha silenciosamente ao seu lado.
Enfim, existem mil maneiras de se doar para os outros. Maneiras simples, silenciosas, sem alarde. Acredito que nenhuma delas nos cause dor ou sofrimento, pelo contrário nos trazem alegria e calor ao coração. E doar-se, acreditem, vicia.
 
É uma postura que assumimos para nossa vida e que devemos passar adiante para os nossos filhos, lembrando sempre que os filhos não aprendem aquilo que nós ensinamos, mas aprendem aquilo que nos vêem fazer, pelo exemplo que damos. E essa postura, de doação, de gentileza, de pequenos gestos realizados com afeto e desprendimento, contagia as pessoas que convivem conosco e passam a imitá-la, passando adiante alguns valores esquecidos que vão aos poucos sendo "ressuscitados" no círculo das pessoas com quem convivemos e assim por diante, formando um enorme círculo vicioso do bem.
Que possamos refletir sobre isso e doar-nos mais aos outros, aos amigos, ao amor, à vida.




Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. É muito bom poder se doar para alguém...
    confesso que antes eu fazia isso muito mais do que faço hoje. mas sei q o pouquinho que faço já deve ajudar alguém...

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Tuka, vim te visitar a partir da tua visita. Gostei muito do teu blog e achei esse texto de uma sensibilidade única. Fazer pelo outro as vezes custa tão pouco e a gente se contém tanto. As vezes só um sorriso faz o outro sentir algo diferente.
    Doar-se é muito importante, doar-se é incondicional é dar por dar, é sentir-se bem em compartilhar.

    lindo texto,
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Tuka,
    Precisei recentemente de ajuda de algumas pessoas que eu conheço e ninguém pode me ajudar.
    E a ajuda que pedi, não foi dinheiro, pelo contrário... foi simplesmente o tempo dela para confirmar ou falar a verdade sobre o que sabe de mim em uma reunião de 15 minutos no máximo.
    Achei que fosse fácil encontrar pessoas que pudessem dispor de um tempinho, mas estava enganada.
    Refleti.... será que eu também não estou me doando?
    Mas graças a Deus eu posso dormir tranquila.
    Bjs,
    Claudia

    ResponderExcluir
  4. Quando estamos nos doando à alguém, estamos nos doando a nós mesmos. Damos para outras pessoas o que temos de melhor e isso nos traz satisfação, alegria e firmamos o amor ao próximo!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. Que belo, querida.

    É isso aí.

    Om Mani Padme On

    (talvez você goste desse meu post:

    http://meninadecachos.blogspot.com/2009/12/intencao-e-gesto.html )

    Bjo, adorei sua visita ao meu blog!

    ResponderExcluir
  6. Oi Tuka,
    Precisei recentemente de ajuda de algumas pessoas que eu conheço e ninguém pode me ajudar.
    E a ajuda que pedi, não foi dinheiro, pelo contrário... foi simplesmente o tempo dela para confirmar ou falar a verdade sobre o que sabe de mim em uma reunião de 15 minutos no máximo.
    Achei que fosse fácil encontrar pessoas que pudessem dispor de um tempinho, mas estava enganada.
    Refleti.... será que eu também não estou me doando?
    Mas graças a Deus eu posso dormir tranquila.
    Bjs,
    Claudia

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...