Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Quase 3!

De repente me dei conta que Aline e Camila vão completar 3 anos este mês. TRÊS ANOS!!! Onde foi parar esse tempo?

Sempre que me queixo do inverno e das crises de bronquite, ou das dificuldades em tirar as fraldas ou controlar duas crianças muito ativas e traquinas ao mesmo tempo ouço me dizerem: "É uma fase, logo passa." Eu sei disso, sempre soube, mas não é que passa mesmo e quando a gente se dá conta já passou?

As coisas ainda estão complicadas por aqui, até porque ainda tem mais uma criança, ainda menor e que vai atingindo as etapas que as maninhas acabaram de completar, mas de repente eu olho pra elas e penso em como é que elas cresceram tanto assim tão de repente?

Quando algumas etapas são finalmente vencidas, como a das fraldas por exemplo, vencida recentemente (ainda não completamente) e que tanto trabalho nos deram, parece que a gente puxou bruscamente o freio. Levamos um tranco. É o que esta acontecendo comigo agora: levei um tranco! Parece que tudo passou tão depressa, que elas já estão tão grandes e independentes (como se fossem sair de casa amanhã e morar sozinhas) mas dá uma sensação esquisita, um misto entre satisfação e saudade.
Satisfação por perceber que elas cresceram e são espertas, lindas, inteligentes... E saudade porque sabemos que esse tempo em que elas são tão nossas, não volta mais.


(pausa)
Aqui é a hora em que mamãe para e chora um pouquinho, sentido saudade do calorzinho delas no canguru lá na UTI, da primeira vez em que mamaram no meu peito, de como elas já disputavam o espaço no meu colo mesmo sendo prematuras, minúsculas e terem apenas uma semana de vida, do primeiro olhar de cumplicidade com a mamãe e entre elas, do primeiro sorriso, de como as personalidades já se mostravam distintas mesmo nos primeiro minutos de vida com a Aline sendo mais manhosa, chorona, exigindo mais atenção e a Camila se fazendo de forte, com ares de mais velha, tomando iniciativas como arrancar a sonda do nariz 4 vezes seguidas quando achava que já podia mamar sozinha.
(despausa)

Saudade de todas as primeiras vezes, que já não veremos mais. Mesmo sabendo que haverão segundas, terceiras e milhares de vezes que veremos elas aprenderem coisas novas, repetirem belos gestos, sorrirem, chamarem mamãe, ficará sempre a saudade das primeiras vezes.

Então vou tentar contar aqui nos próximos dias algumas dessas primeiras vezes. Não terei fotos de tudo, pois não tenho câmera e nem tudo foi devidamente registrado, exceto na memória e no meu coração, de onde não se apagam.


Uma toda enrolada e a outra ainda peladinha antes de irem pra UTI

Aline - reparem no tamanho da minha mão na cabeça dela
Camila - com auxílio para respirar






Pra ilustrar melhor este post, vou deixar aqui as primeiras fotos. A primeira foi tirada pela minha tia Marlene, a única pessoa da família que estava no hospital no momento em que elas nasceram. Esta história é até engraçada porque ela tava lá por acaso e ficou sabendo que eu estava baixada, quando foi me procurar, descobriu que eu estava na sala de parto e foi pra lá. Eu, que me julgava sozinha naquele momento, dei de cara com a tia Marlene com o celular na mão dentro da sala de parto fotografando minhas meninas.
As outras duas eu tirei com o meu celular algumas horas mais tarde, quando saí da sala de recuperação. As fotos são ruins porque são de celular, as delas na incubadora ainda tem o reflexo da luz da sala sobre o acrílico da incubadora.

Aguardem. Outros momentos virão.



.
Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Que lindas :)sabes que eu tinha uma esperançazinha que tivesse gemeos :) é que na minha família á 3. Acho tão lindo e gratificante.

    Ficam saudades mesmo das primeiras vezes mas são saudades boas que deixam o nosso coração feliz, não é verdade?

    um beijo

    ResponderExcluir
  2. Te entendo bem, amiga... Meu bebê ainda nem completou 2 anos e às vezes já me bate esses momentos de nostalgia... Tenho até um post sobre isso programado para breve...É por isso que por mais que estejamos ocupadas, estressadas, sem paciência, temos que curtir cada segundo ao lado deles, pois eles crescem mesmo muito depressa...
    Um grande abraço e aguardo os próximos posts... ahhhh, tem selinhos esperando por vc lá no blog.. beijinhos e bom dia !

    ResponderExcluir
  3. Oi Tuka querida.
    Faz tempo que não comento por aqui, né?
    Mas tenho lido e me deliciado com todos seus textos, mas nem sempre dá para comentar. Final e início de mês pra mim é uma loucura aqui no trabalho...
    Ah, li que foi presenteada com sua vinda para São Paulo. Não nos deixe de contar o dia e onde pq farei questão de ir para conhecê-la pessoalmente. Também sou sua fã :)
    O Davi já está com 1 ano e 3 meses e também já começo a sentir saudades de um monte de coisa. É bem verdade que cada fase tem seu encanto, mas que dá saudades de ter aquele pacotinho nos meus braços, isso dá :)
    Vou ficar aqui ansiosa para os demais relatos.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  4. Eu escrevi aqui la' no carro... nao sei se entrou... volto depois pra saber... Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ai q gostosas...
    ainda quero ter todas essas sensações e alegrias...

    é, as meninas estão crescendo né? passa tão rápido...

    vou aguardar ansiosa a cada novo post...

    beijos Tuka!!!

    ResponderExcluir
  6. 3 anos!

    Acho lindo esses 3 aninhos!
    Moças, é isso que daqui uns dias elas vão dizer a você!

    Parabéns pelas princesas Tuka.
    Meu sonho era ter gêmeas...acho lindo!

    Bjão

    ResponderExcluir
  7. Também tenho nostalgia destes primeiros momentos, especialmente porque, como você disse, não voltam mais, de repente eles crescem, tornam-se independentes e a mãe... Mas é para isso que os temos, para o mundo, para traçarem o seu próprio caminho e nos estarmos atrás, fotografando e mentalmente gravando, orgulhosas!
    Parabéns pelas suas pequenas, são lindas!
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  8. aaaiiii chorei! porque eles crescem e se tornam independentes? e a gente, como fica???
    buááááááá

    beijo

    ResponderExcluir
  9. fotos não são boas! perai vou puxar tua orelha:
    "definição de fotografia: - Eternizar momentos"
    Tukinha minha linda, buá buá, hj eu tb fiquei c/ esse sentimento, qdo natanael se vestiu sozinho p/ ir para escola 2a5m (morri de orgulho, e já vi ele casando tendo filhos e indo embora).

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Que lindas meninas vc tem, e pelo post vc tem tres, certo?
    Aiii, meu sonho! 3 filhos!
    Obrigada pelo comentário lá no blog, estava de férias mas voltei e vou tentando responder a todo mundo e ficar sabendo das novidades !

    A chloe faz aniversário dia 11 de março, bem pertinho das suas meninas!
    Voltarei mais tarde para saber mais de vc!

    beijo meu

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Tudo bem?

    Obrigada pelo comentário lá no blog.

    Adorei o blog, suas filhotas são lindas e o tempo tá passando mais rápido últimamente, eu percebo isso.

    Abraços e apareça sempre.

    ResponderExcluir
  12. Nao entrou o coments anterior... Faco no carro de novo (poise e qdo encontro tempo)! Kkk!
    Mas eu dizia que tb me emocionei com teu relato... Que eh mesmo muito bom ficar olhando e fitando os filhos e que a gente corre tan to que as vezes nem se da conta disso!
    Parabens as duas bonecas! Ops! As tres! Ops! As quatro! Ops! Aos seis! Ops! Aos sete!
    ;-)

    ResponderExcluir
  13. Nao entrou o coments anterior... Faco no carro de novo (poise e qdo encontro tempo)! Kkk!
    Mas eu dizia que tb me emocionei com teu relato... Que eh mesmo muito bom ficar olhando e fitando os filhos e que a gente corre tan to que as vezes nem se da conta disso!
    Parabens as duas bonecas! Ops! As tres! Ops! As quatro! Ops! Aos seis! Ops! Aos sete!
    ;-)

    ResponderExcluir
  14. Também tenho nostalgia destes primeiros momentos, especialmente porque, como você disse, não voltam mais, de repente eles crescem, tornam-se independentes e a mãe... Mas é para isso que os temos, para o mundo, para traçarem o seu próprio caminho e nos estarmos atrás, fotografando e mentalmente gravando, orgulhosas!
    Parabéns pelas suas pequenas, são lindas!
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  15. Eu escrevi aqui la' no carro... nao sei se entrou... volto depois pra saber... Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Que lindas :)sabes que eu tinha uma esperançazinha que tivesse gemeos :) é que na minha família á 3. Acho tão lindo e gratificante.

    Ficam saudades mesmo das primeiras vezes mas são saudades boas que deixam o nosso coração feliz, não é verdade?

    um beijo

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...