Ache aqui o que você procura!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Amor de novela, príncipes e sapos

 Tenho acompanhado vez ou outra a reprise da novela O Clone que está passando à tarde na globo e assim como na época em que ela era novidade, observo o amor dos personagens Jade e Lucas e fico me questionando sobre esse tipo de amor, o amor de novela.

Até que ponto é válido lutar por um amor impossível? Quanto tempo perdido, quanta energia gasta, quanto sentimento desperdiçado...

Será que não é mais válido guardar esse amor idealizado e platônico na memória como uma boa lembrança para nutrir a alma em momentos em que se está triste e tentar ser feliz com o que vida lhe deu em vez de sofrer por algo que ela não dará?

Será que ao buscarem desesperadamente pela realização desse amor juvenil, não se está fechando os olhos, coração e mente para encontrar um novo amor que realmente os faça feliz?

Será que se conseguissem ficar juntos, esse amor sobreviveria às pressões do dia-á-dia, à convivência, ao passar dos anos e à descoberta de que ninguém é perfeito nem mesmo o amor da sua vida?

Família margarina
Na novela, os personagens levam vidas infelizes e amarguradas, fazendo o mesmo com a vida dos parceiros com quem se casaram e também com quem os rodeia. A insistência em alimentar a esperança nesse amor impossível faz com que sejam desleais com seus parceiros e consigo mesmos, auto sabotando a própria vida como se tivessem medo de ser feliz.

Também fui jovem, tive sonhos românticos, com castelos de contos de fadas, príncipes encantados, paixões avassaladoras e eternas, uma vida de comercial de margarina. Mas se permanecesse presa a esses sonhos, não teria me permitido beijar meu sapo e não teria visto ele se transformar dia após dia no meu príncipe, que pode até não ser encantado, mas é encantador.

É fácil amar quem está longe, numa lembrança adolescente ou apenas na nossa imaginação e por isso mesmo não pode nos decepcionar, nos machucar. Mas continuar amando aquela criatura cheia de defeitos que erra e que insiste em nos magoar sempre pelos mesmos motivos é que é ter consciência do que realmente é amor e valorizar as coisas que realmente importam nessa vida.

Porque se sabe que apesar das chatices e dos erros que comete, ele vai te fazer esquecer do mundo quando te abraçar, quando sorrir, quando fizer cavalinho no meio da casa com 3 crianças ao mesmo tempo, quando der o banho nas crianças mesmo que tenha acabado de chegar em casa após um dia exaustivo de trabalho só pra poupar a tua coluna, quando mesmo depois de você deixar queimar o almoço dele, ele te trouxer o café na cama no dia seguinte, quando ele te fizer rir até a barriga doer por causa das suas bobices porque só ele te faz rir assim...

Há 18 anos decidi para de sonhar com príncipes e castelos e beijei meu sapo. E descobri que o sapo é que era encantado e que o amor não se idealiza ou se sonha, amor se vive. Temos momentos e fases ruins, mas a maior parte do tempo somos felizes, porque de acordo com o meu próprio conceito de felicidade (como descrevi neste post aqui) ele tem distribuído muitas flores ao longo do meu caminho.
Nosso amor não é de novela, até porque a novela sempre acaba quando o amor se realiza e nunca ficamos sabendo como eles enfrentaram a falta de grana, a educação dos filhos, as doenças, a chegada da velhice, as perdas....

Desejo que ele seja capaz de me aguentar por mais alguns (muitos!) anos, e que o amor dele nunca permita que ele perceba que também tenho a pele verde e berruguenta...



.
Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Tuka,

    Tive um amor, alguém muito especial em minha vida, que eu amava (e ainda amo de uma forma diferente hoje), mas nosso caminhos eram diferentes, ele desejava fazer alguns coisas e eu queria outras. passamos 4 anos nos enrolando, ele não namorava ninguém + tb não namorava comigo kkkkk, eu ficava com outros rapazes, chegava até namorar, mas sempre "ficava" (como se dizia na época) com ele, eramos apaixonados, todos os amigos achavam que nós iríamos casar e coisas do tipo, mais um dia a minha ficha caiu, eu não queria esperar, ele conseguir realizar os sonhos deles.
    E um dia sai com uns amigos fui beber um chopp em um bar, e encontrei o meu atual marido =D, demorou muito para o meu marido me conquistar (sou difícil ahahah), ficamos uns 6 meses sem nos vermos (eu e meu atual marido), só trocávamos mensagens de celular, um dia me vi apaixonada por meu marido, cada dia sem ele era uma tortura, e hoje é ele que me realiza, é pai de meu filho, é o homem da minha vida.
    Não paro nem sequer por um segundo pensando no "amor" q deixei p/ trás, aquele "amor" não era p/ ser e não faz diferença o que seria o futuro, o meu presente hoje é bem melhor do que qlqr outro, é o homem que está ao meu lado que diz bom dia eu te amo todos os dias, me abraça qdo sai e me abraça qdo volta q me faz feliz.
    aff foi um post ihihihihi

    ResponderExcluir
  2. TE lóvo sabia neh??

    PQP!!!

    Eu tbém tenho meu sapo encantado.
    E sou a mais feliz do reino!!!

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Tuka, eu acho que a gente só percebe que amor de novela não existe quando amadurecemos, quando vivemos o dia a dia e percebemos que temos que dar um novo ângulo ao amor.

    Lindo texto, muito franco e sensato também!!

    Super beijos!

    ResponderExcluir
  4. Quando era adolescente, tive um amor daqueles que vc acha que nunca mais vai sentir de novo. Fazia o impossível para estar com aquela pessoa, e mesmo sabendo de tooooodos os defeitos, achava que comigo seria e era diferente, santa ingenuidade adolecente.
    Hoje, mais madura já sei exatamente o que é amor. Amar vai muito além de ter atração física de ter fogo de criança. Amar é completar o outro, é ser completada por ele. É estar junto em todos os momentos, é querer estar junto mesmo que o momento não seja um dos melhores.
    Agora grávida, vejo o quanto meu marido é especial para mim e comigo. Não troco meu sapinho por nada!
    Bjss
    Dani

    ResponderExcluir
  5. É miga, vc sabe o quanto eu estou desandada com o amor... Esse sadhynhoem. Amei muito e cheguei a acreditar q amor e uma cabana bastavam... magina! Logo eu, vaidosa(agora, de novo) e gastadeira! Pq, pensemos nas vantagens de se viver de subsistência, kkkkk, eu plantava alfaçe e o rapaz ia caçar! kkkkkk Ia voltar é cheio d pena, d tto andar no meio das galinhas... kkkkkkk
    E o meu sonho acabou e hj sei q não basta só amor, sonhos, fantasias, delírios. O mundo é cruel tb com quem ama... E quem ama nem sempre quer dividir, ficar, saber... Eu amo o JM Beltrame, kkkk, mas ele lá e eu aqui! Ele seria meu principe, kkkkkkkkkkkkk, e eu tenho q ir atras d um sapo-boi!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Vários amores impossíveis não narrados durante a história da humanidade. alguns terminam tragicamente, outros simplesmente deixam de existir. Acho perda de tempo, lutar por um amor impossível.
    Bjux

    ResponderExcluir
  7. Oi Tukinha, tudo bem linda?
    Seguinte, eu penso que amor de novela é para ser assistida. Não deve ser copiada nem vivida, pois não é uma situação que faz bem a ninguém, a não ser que no final da história o casal viva feliz para sempre... contos de fada?! rs... Por isso faz sentido o que escreveu do início ao fim, misturando novela com os contos tão lindos que vemos no cinema e tv.

    O amor real do dia-após-dia é que mais nos enriquece. "Gastar todas as nossas energias" com um alguém que está conosco de fato é bem mais sadio e mais prazeroso que com um outro alguém que nunca saberemos se será nosso ou não.

    Sábias palavras Tuka!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. amiga
    tb tive um amor desses, de arrebatar o coração, mas que acabou ficando para trás... por cirscunstâncias da vida, do destino, essa história acabou por ser vivida pela metade...ou quem sabe ela era para durar só o que durou mesmo...rsrsrsrsrsrs... depois de muito sofrer por esse amor, acabei por conhecer meu atual marido. Adorei a sua definição e vou adotá-la. Ele também é meu sapo encantado. Tem os seus defeitos, mas quem não os têm, né ? É esse amor da vida real que realmente conta,mesmo com todas as suas imperfeições...rsrsrsrsrs... beijinhos e um ótimo finde

    ResponderExcluir
  9. Concordo coom você, o verdadeiro amor é aquele construído dia-a-dia, com pequenos gestos, gentilezas, dedicação e muita paciência. Escrevi algo sobre isso recentemente no blog,ter um amor é ter um "grande" amor, pois o amor já é grande por si só.
    Um beijo no coração,
    Adri

    ResponderExcluir
  10. Ha algum tempo estava pensando sobre principes e sapos,etc (Ho falta do que fazer!). Mas o que deduzi, é o seguinte. Existe um pequeno erro historico na interpetação das nossas estorias infantis. O principe não era Encantado! Ele ficou Encantado!

    Ele foi influenciado pelas qualidades e virtudes da moça e então se encatou por ela.

    Ou seja as moças que ficam procurando e/ou esperando seu principe encantado estão perdendo tempo! Pega esse principe ai mesmo (deixa de ser tão exigente) e vai ele ficar Encantado.

    Porque um homem é 85% do reflexo da mulher que está com ele, somos dependentes!

    ResponderExcluir
  11. Oi Tuka, concordo com você, idealizar o amor é fácil, o difícil é sobreviver ao dia-a-dia da vida conjugal.
    Nenhum homem é totalmente princípe encantado, assim como nenhuma mulher é a cinderela.
    Estamos mais para Sherek e Fiona, com defeitos e qualidades,o que não nos impede de ser feliz.
    Adorei o post,
    bjs

    ResponderExcluir
  12. As vezes é preciso se permitir a realidade para poder viver os sonhos. Lindo texto Tuka! bjss

    ResponderExcluir
  13. Carambola...esse seu texto foi um baita soco no meu estomago.
    Tento me convencer dia apos dia que o "encantador" vale bem mais apena, que o "encantado". Que medo de la na frente olhar pra traz e perceber q nao me realizei plenamente, por almejar a familia margarina!rrsrsrsr
    bjos amiga... obrigada por me fazer olhar sob outros focos....

    ResponderExcluir
  14. Tuka adorei o post! Concordo muito com vc! Amar o idealizado é muito fácil! Há tb quem tem muito medo de se entregar ao amor e ser feliz com aquele que está ali ao seu alcance! E tb gostei dos posts anteriores sobre vaidade e cabelo!
    beijocas,
    Mari

    ResponderExcluir
  15. Tuka, ja' escrevi sobre esse "amor idealizado" la' no BLOG ha um tempinho atras. Gostaria que vc tivesse um tempinho para ler e dar sua opiniao... Mil bjs!
    "Alguém ai sabe me dizer quando é que o Príncipe vira sapo?"
    http://umaesposaexpatriada.blogspot.com/2010/06/alguem-ai-sabe-me-dizer-quando-e-que-o.html

    ResponderExcluir
  16. Tuka, ja' escrevi sobre esse "amor idealizado" la' no BLOG ha um tempinho atras. Gostaria que vc tivesse um tempinho para ler e dar sua opiniao... Mil bjs!
    "Alguém ai sabe me dizer quando é que o Príncipe vira sapo?"
    http://umaesposaexpatriada.blogspot.com/2010/06/alguem-ai-sabe-me-dizer-quando-e-que-o.html

    ResponderExcluir
  17. Tuka adorei o post! Concordo muito com vc! Amar o idealizado é muito fácil! Há tb quem tem muito medo de se entregar ao amor e ser feliz com aquele que está ali ao seu alcance! E tb gostei dos posts anteriores sobre vaidade e cabelo!
    beijocas,
    Mari

    ResponderExcluir
  18. Oi Tukinha, tudo bem linda?
    Seguinte, eu penso que amor de novela é para ser assistida. Não deve ser copiada nem vivida, pois não é uma situação que faz bem a ninguém, a não ser que no final da história o casal viva feliz para sempre... contos de fada?! rs... Por isso faz sentido o que escreveu do início ao fim, misturando novela com os contos tão lindos que vemos no cinema e tv.

    O amor real do dia-após-dia é que mais nos enriquece. "Gastar todas as nossas energias" com um alguém que está conosco de fato é bem mais sadio e mais prazeroso que com um outro alguém que nunca saberemos se será nosso ou não.

    Sábias palavras Tuka!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Quando era adolescente, tive um amor daqueles que vc acha que nunca mais vai sentir de novo. Fazia o impossível para estar com aquela pessoa, e mesmo sabendo de tooooodos os defeitos, achava que comigo seria e era diferente, santa ingenuidade adolecente.
    Hoje, mais madura já sei exatamente o que é amor. Amar vai muito além de ter atração física de ter fogo de criança. Amar é completar o outro, é ser completada por ele. É estar junto em todos os momentos, é querer estar junto mesmo que o momento não seja um dos melhores.
    Agora grávida, vejo o quanto meu marido é especial para mim e comigo. Não troco meu sapinho por nada!
    Bjss
    Dani

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...