Ache aqui o que você procura!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A internet e a colcha de crochê

Tenho tido pouquíssimo tempo pra Internet e o tempo que tenho é de concentração quase zero pois tenho que ficar com um olho no peixe e outro no gato (ou seja, cuidar das crianças) e não posso me dar ao luxo de ficar muito tempo absorta em leituras ou escritas, por isso o blog anda tão abandonadinho.

Hoje pensando em algum assunto para escrever aqui, passei algum tempo no twitter, jogando conversa fora e procurando inspiração. Me ocorreu que algumas pessoas com quem conversava diariamente já nem tenho mais notícias, outras pessoas novas se chegaram, e algumas continuam lá desde sempre. 

Ainda me surpreendo com o poder de alcance da Internet. Não por ser alienada, já uso Internet há vários anos e sei que qualquer coisa aqui pode chegar do outro lado do mundo, mas me surpreende o fato de mesmo nesse mundão sem fronteiras, formarem-se círculos.
.
Fico admirada por ver que tenho seguidores aqui no blog e que comentam com frequência que moram em lugares distantes. Tenho leitores que moram em Portugal, Japão,Grécia, Austrália, Tailândia... Fora aqueles lugares que aparecem todos os dias nas estatísticas mas não sei quem são pois não deixam comentários como São Tomé, Cabo Verde, EUA, Canadá, Nova Zelândia...

É claro que são brasileiros que moram nesses lugares e lêem meu blog, mas é tão impressionante saber que o que eu escrevo aqui chega até o outro lado do mundo em questão de segundos e atinge muitas pessoas que nasceram aqui, muitas no Rio Grande do Sul, o que reforça uma tese que eu tenho de que a gente procura por quem é minimamente parecido conosco.


Pois cada vez que descubro um blog novo, quando vou ver seus seguidores ou ler nos comentários, acho sempre alguém que eu já sigo em outro blog, ou que comenta com frequência no meu. Ou seja, o mundão da Internet funciona exatamente como o nosso velho mundo real: eu conheço você, que tem uma amiga que é irmã de outra pessoa que tem um amigo que conhece outro amigo que também me conhece...

No início estamos assim, próximos...
Moro numa cidade pequena e digo sempre que a cidade é uma rosca. Você dá uma volta e encontra algum conhecido, e não se atreva a fazer fofoca porque a pessoa para quem você vai falar certamente conhece alguém que é primo do vizinho desse outro alguém de quem você ia falar.

E na Internet também é assim. Formam-se círculos de amizade, seja no twitter ou na blogosfera propriamente dita, vamos atrás das referências dos conhecidos quando buscamos coisas novas. E por mais que acreditamos andar longe de casa, sempre encontramos alguém pelo caminho.

E como na vida da gente, essas amizades também tem ciclos. A gente se liga a alguém por ter interesses em comum, mas com o passar do tempo e com as mudanças em nossas vidas e nas dos outros, os interesses vão mudando e a gente vai se desligando um pouco de uns e se ligando mais em outros.


Mas mesmo sendo essas amizades com pessoas desconhecidas, das quais sabemos só o que elas mesmas nos informam, criamos laços e quando a convivência diminui fica uma tristeza, um vazio. São amizades verdadeiras criadas a partir de interesses em comum, em gostos, em atitudes, em pensamentos parecidos.

Nos últimos 3 anos essas amizades tem sido mais reais para mim do que qualquer outra, tenho mais contato com meus amigos na Internet que consigo ter com meus amigos de carne e osso. Sei que isso é uma fase e que logo isso vai mudar de novo e que perderei de vista muitos amigos queridos do mundo virtual, mas ganharei outros, virtuais e reais. São ciclos...
...depois vamos ficando mais distantes, mas ainda fazemos parte de um todo.


Como numa imensa colcha de crochê, estamos todos ligados de alguma forma, uns bem próximos, outros mais distantes, mas somos parte da mesma colcha. A cada novo ciclo, vamos ficando mais longe de alguns, mais próximos de outros, mas continuamos a fazer parte da mesma colcha. Estamos ligados para sempre pelos fios tecidos pela amizade.





.
Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. Oiii Querida,muito obrigada!!!

    Lindo seu post!

    Com certeza as amizades virtuais muitas vzs são mais intensas e verdadeiras do que as "reais" não que as virtuais não sejam reais! Tendeu né?! rs

    Beijosss

    ResponderExcluir
  2. sinto em débito com vc viu! vc sempre tão atenciosa e eu abandonando....mas um dia eu aprendo viu!
    Estive desanimada estes dias...quer dizer desde dezembro...sem muito ânimo de escrever...e sem paciência com as redes sociais e vejo vc aqui dizendo que está sem assunto...mas qdo escreve escreve muito bem! Adoro ler seu blog com tempo, não gosto de ler por ler e muitomenos comentar qq coisa só pra dizer que passei por aqui... espero poder estar na sua colcha de retalhos, e se possivelnão fica muito longe hehe
    Bjão sua prole é lindissima!

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso! As relações humanas seguem sempre as mesmas regras, no mundo real ou no virtual, pois a essência humana é imutável. Fico feliz de saber que tens amigos fiéis que alegram os seus dias! Ontem, falei de você para o meu marido, de como admiro o fato de você ter uma família numerosa e uma relação excelente com o esposo mesmo lidando com a EM. Você é especial e, mesmo que fique afastada do blog, sempre será entendida, pois a sua presença é marcante e quem lhe conhece não esquece mais!
    Um beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  4. Que linda...
    eu tenho orgulho de fazer parte da mesma colcha que vc...
    Mas farei de tudo para que seja sempre pertinho... mesmo q pela net...
    Adoro seus textos, suas histórias e o aprendizado que tenho com todas elas...
    muitoooos beijos!

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente esse vai-e-vem de pessoas na nossa vida nos separa de pessoas queridas, mas tb acaba nos compensando com novas amizades... assim é a vida... mas há gente que esperamos nunca saia do nosso círculo... que assim seja conosco... um grane abraço

    ResponderExcluir
  6. Tuka! Adorei tudo! E'isso mesmo!
    Nunca assisti mas tinha um Seriado desses americanos que era justamente baseado na Teoria de que a cada grupo de 60 pessoas (ou seriam so' 6??? kkkk!) no mundo todo, uma conhece pelo menos outra do outro grupo!! Ai, acho que era isso! kkkk!
    Bjs (o importante e'que estamos aqui o': sintonizadas e grudadinhas na Trama!

    ResponderExcluir
  7. Quando há identificação a distância não é ´problema! Tb me surpreendo com a capacidade que a tecnologia tem de promover encontros entre pessoas tão distantes que de repente não se encontrariam de outra forma. Viva a tecnologia!
    Ter encontrado vc foi um presente pra mim!
    Bjkss
    Dani

    ResponderExcluir
  8. Interessante mesmo né Tukinha como eu aqui no Japão mantenho uma amizade maravilhosa com você, tãããão longeeeeeeee!!
    E viva a internet!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Bjs

    Obrigada pelo comentário lindo sobre meu niver de casamento!! Amei!

    ResponderExcluir
  9. É Tuka, essa rede vai enroscando um nos outros.
    Sempre encontramos alguém que ja conhecemos em outro blog que para nós é novo.
    Essa comparação com a colcha foi além da imaginação. Pensou bem demaissss.
    Espero estar sempre por aqui.
    Xeros

    ResponderExcluir
  10. Oi Tuka!

    Que texto lindo, achei de uma delicadeza impar essa sua comparação com a colcha. Adorei!

    ResponderExcluir
  11. Oi Tuka, para quem estava sem ter o que escrever você caprichou, hein menina?
    Muito boa reflexão e penso exatamente como você, não precisamos nos desesperar com o fim dos ciclos, eles são esperados e se renovam de quando em quando.
    Fica a lembrança gostosa e a vontade de continuar conhecendo pessoas novas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. É isso aí, xará. A virtualidade de todos nós é tão real - ou irreal - quanto no dito mundo real.

    Falando nisso, há quanto tempo eu não aparecia aqui, né? Mas, juro, o Tuca continuou existindo durante essa prolongada ausênsia, e com ele, vivos e ativos na memória afetiva, todos os amigos reais e virtuais - inclusive você, é claro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Só UMA coisa a dizer: sensacional!!!!!

    ResponderExcluir
  14. é verdade, eu também paro pra pensar no quanto podemos conhecer pessoas e falar tao longe com o uso das tecnologias! gostei do post!

    abraços!

    ResponderExcluir
  15. Só UMA coisa a dizer: sensacional!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Tuka! Adorei tudo! E'isso mesmo!
    Nunca assisti mas tinha um Seriado desses americanos que era justamente baseado na Teoria de que a cada grupo de 60 pessoas (ou seriam so' 6??? kkkk!) no mundo todo, uma conhece pelo menos outra do outro grupo!! Ai, acho que era isso! kkkk!
    Bjs (o importante e'que estamos aqui o': sintonizadas e grudadinhas na Trama!

    ResponderExcluir
  17. Que texto maravilhoso! As relações humanas seguem sempre as mesmas regras, no mundo real ou no virtual, pois a essência humana é imutável. Fico feliz de saber que tens amigos fiéis que alegram os seus dias! Ontem, falei de você para o meu marido, de como admiro o fato de você ter uma família numerosa e uma relação excelente com o esposo mesmo lidando com a EM. Você é especial e, mesmo que fique afastada do blog, sempre será entendida, pois a sua presença é marcante e quem lhe conhece não esquece mais!
    Um beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  18. Oiii Querida,muito obrigada!!!

    Lindo seu post!

    Com certeza as amizades virtuais muitas vzs são mais intensas e verdadeiras do que as "reais" não que as virtuais não sejam reais! Tendeu né?! rs

    Beijosss

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...