Ache aqui o que você procura!

domingo, 25 de março de 2012

A responsabilidade de ser exemplo, ser formadora de opinião.


Share


foto: daqui

Quando iniciei com o blog há dois anos, minha intenção era desabafar minhas angústias e fazer reflexões sobre aquilo que me incomodava, além de compartilhar minhas memórias e minhas alegrias. Foi um início bem modesto, sem grandes pretensões.

O blog continua pequeno, artesanal. Mantém uma média de 400 acessos por dia (número surpreendentemente crescente a cada dia) e embora seja um público bem razoável, é pouco para a média dos bons blogs que eu freqüento.

Mas aos poucos fui percebendo que o blog deixou de ser meu. Por ser público, tornou-se um lugar onde as pessoas buscam algo. Meu maior público, aquele que se manifesta nos comentários, são de mães, amigas que fiz nas redes sociais e na blogosfera e que buscam no blog notícias, diversão e minhas opiniões acerca de determinados assuntos. Mas tem um público silencioso, que pouco ou nunca se manifestam publicamente e que busca no meu blog informação.

Esse público silencioso manda email, de forma privada, pedindo conselhos principalmente à cerca da Esclerose Múltipla e de como viver a maternidade apesar da doença. Muitos me perguntam como eu lido com o aspecto emocional da doença, me perguntam sobre o tratamento e sobre as diversas questões que envolvem a vida com um diagnóstico como esse.

Aos poucos, me dou conta que para muitas pessoas sou exemplo, sou formadora de opinião. Isso me assusta um pouco. Mesmo eu tendo o desejo de ajudar outros portadores de EM e seus familiares a lidar com todas essas questões e também de mostrar a outras mulheres e mães que não é necessário ter uma vida perfeita de comercial de margarina para ser feliz, só agora me dou conta da responsabilidade que isso traz.

E essa ficha caiu, de fazer muito barulho, essa semana quando pensava mais uma vez em dar um tempo com o blog. Ando muito cansada, esse verão foi exaustivo e me castigou muito, minha cabeça anda extremamente confusa e tem sido difícil escrever um bom texto. Mas como das outras vezes que pensei em parar, foi um email que me fez desistir. Percebi que tem pessoas que precisam que eu esteja aqui, que conte minhas histórias, que fale das minhas angústias, que reflita sobre minhas questões.

Ao contrário daquelas outras pessoas que insistem em me puxar para baixo, das quais falei neste post aqui, percebi que são essas pessoas, as que gostam de mim, as que se preocupam comigo e principalmente as que contam comigo que realmente me fazem continuar. E que esses leitores silenciosos não fazem vista, não engrossam estatísticas e nem me tornam popular, mas são eles que realmente fazem tudo isso valer à pena.

E se eu conto isso aqui, não é para dizer que sou importante para alguém, mas para dizer que me importo com quem realmente precisa das minhas palavras.

Agora, cada vez que eu escrever algo aqui vou pensar muito na responsabilidade que tenho em ser exemplo para alguém, em formar opiniões, em ser referência.

E que Deus me ajude.


Por: Tuka Siqueira / @TukaSiqueira
Comentários
23 Comentários

23 comentários:

  1. Perfeito o texto, você é uma mulher que sabe dizer o que sente. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Perfeito o texto, você é uma mulher que sabe dizer o que sente. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ah Tuka, vc é um exemplo de força, coragem e amor. Não desista nunca deste cantinho aqui.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Tuka , você me fez chorar  com suas palavras e com sua preocupação para com outras pessoas, muito obrigada e que Deus lhe abençoe!!!! Beijos com carinho!!!

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo Tuka! Continue com aquilo que faz bem para você e descarte aqueles que querem te derrubar. Seu blog traz coisas boas para muitas pessoas e isso é muito bom! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Tuka, não desista... diminua o ritmo se necessário, mas como você mesma disse, tem muita gente que precisa de você. E esteja certa de que não é uma via de mão única. Esse "precisar de você" de certa forma deve te renovar as forças, animar o espírito para continuar a caminhada. Estou errada?
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7.  Preciso voltar meu foco que andava meio perdido. Bjs

    ResponderExcluir
  8.  Esta certíssima Sílvia! É por isso que continuo apesar dos percalços. Obrigada! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oieee,

    Acho q esta coisa de querer desistir acomete todas nós blogueiras!! rsrsrs..
    Outro dia eu estava com o mesmo desanimo, com a mesma vontade de mandar tudo ás favas mas, daí, recebo um email de uma amiga mamães desesperada por uma ajudinha, ou compartilhando uma alegria, acrescentando idéias a um post, ou rindo comigo das minhas presepadas e daí eu percebo que vale a pena sim!!
    Não desista não Tuka, segue em frente, tenho certeza que além de fazer bem pra vc faz muito bem pra muitas outras mamães!!

    Bjos!

    Loreta #amigacomenta;)
    @bagagemdemae 

    ResponderExcluir
  10.  Verdade Loreta, esse desânimo volta e meia aparece mas o carinho de quem lê o que escrevo basta pra me reanimar. Obrigada. bjs

    ResponderExcluir
  11. Nossa... não sabia sobre a esclerose múltipla. Deve ser bem complicado mesmo. Que legal que tu consegues viver com isso e não se vitimar, mas viver mesmo. 
    Força e obrigada por se deixar ser exemplo. 

    ResponderExcluir
  12. Tukinha, continue firme nesta luta e sabendo que serve de referência e pode ajudar outras coisas vai te dar muito mais ânimo... 
    Deus está contigo, foque no que é bom e bola pra frente!!!!Grande bj!!!
    Uma coisa, só hj percebi que o nome do seu blog não tem o A no Ktralhas,kkkkkkkkkkk... como nosso cérebro nos engana,bjs,queridona!!!

    ResponderExcluir
  13. Texto maravilhos! Que pessoa centrada que é você! Realmente dá um medo,por menor que seja o acesso do blog, na responsabilidade que temos a cada coisa que é escrita, mas a troca de experência é apaixonante e viciante. Dou força para que vc continue por aqui nos presenteando com suas idéias e experiências.

    Beijos,

    Mônika Lazauskas

    ResponderExcluir
  14. Tukinha, você é muito especial. Por todos esses motivos que você citou e por muitos outros. Você é formadora de opinião e é exemplo, por seu bom humor, por sua força de vontade, por seu coração do tamanho do mundo... vou parar por aqui porque não vou fazer um post (aliás, essa não é uma má idéia), pelo menos não nos seus comentários.

    Como bem disse a Sílvia, se precisar se dar um tempo, dê. Você não é remunerada, isso não é uma obrigação, tem que ser prazeiroso. Mas, como sua fã, te peço: não nos deixe!!

    Em tempo: TE AMO MINHA AMIGA!!!

    Bjs
    Tati
    Mulher e Mãe
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  15.  Faço meus mimimi de vez em quando, porque ninguém é de ferro, mas tento não me abater. Não fosse pela medicação e o cansaço constante, talvez nem me lebrasse dela.
    Obrigada pelo carinho Mical

    ResponderExcluir
  16. É mesmo viciante Monika. E ao mesmo tempo que desanimo as vezes, também adoro esse cantinho.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17.  Tati, essas palavras fazem muito bem pra mim nesse momento tão crucial. Vindas de você então, me enchem de alegria e emoção. Chorei ao ler tuas palavras.
    Saiba que esse amor é recíproco e já vem de longa data.
    OBRIGADA! Por tudo. bjs

    ResponderExcluir
  18. Boa reflexão! Esta semana recebi uns comentários no meu post meio mal criados, aí me dei conta da repercussão do que escrevemos em "blogs artesanais", como vc diz. Pode ter certeza que pra muita gente, faz muita diferença! beijos

    ResponderExcluir
  19. Adoro seus posts! OA blogosfera materna me ajuda muito e acabo me apegando a cada uma das queridas.

    Te admiro, te desejo as melhores bençãos e storço por vc e suas belezuras de filhos!!!!!
    Bjux
    #amigacomenta

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...