Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O descaso com a saúde pública – post 2

A falta de estrutura dos municípios em atender bem a saúde é visível. O despreparo ou desinteresse médico (ou ambos) também é gritante. (Leia aqui o Post 1).

Mas o pior problema da saúde pública é certamente político. Quem tem o poder e a obrigação de ser gestor dessa esculhambação, usa sempre a velha desculpa de que faltam verbas. Ora, o que não falta é verba! Falta organização, falta gestão, falta boa vontade, falta interesse.

Voltando a dar como exemplo a minha realidade, nosso PA voltou a ficar sem médico ontem. (Aqui tem a notícia no jornal local, é preciso fazer cadastro pra ler, mas é simples e rápido). Foi a 11ª vez em 30 dias. Ontem a falta de médico durou quase 7 horas! 

Enquanto isso, a emergência do hospital superlota e obviamente diminui muito a qualidade do atendimento.

E a situação toda já vem grave desde a raiz, já que os postos de saúde não prestam o atendimento que deveriam e as pessoas procuram o plantão ou a emergência do hospital para consultas médicas, receitas de medicamentos e resolução de dúvidas simples que poderiam ser atendidas nos postos.

palhao

Se tem algo que sempre me impressionou muito desde que vim morar aqui há 18 anos, é o fato de uma cidade que tem em torno de 80 mil habitantes ter um único PA 24 horas, que quando tem médico é apenas 1 (UM!!!) e nunca conta com um pediatra.

Postos de saúde que não funcionam, que contam com poucos médicos e consequentemente tem um número de consultas limitado, restrito, ineficaz.

Isso tudo é uma bola de neve. A ineficiência dos postos gera acúmulo no PA. A ingerência do PA superlota o hospital. A superlotação do hospital que também é ineficaz contando apenas com um médico para atender ao SUS, a falta de especialistas, a total desassistência faz com que a população procure atendimento na capital, gerando problemas lá também.

Enfim, os problemas são conhecidos. Mas e a solução? A solução é complicada e depende muito da boa vontade dos gestores públicos. Mas cada um pode fazer a sua parte. Cobrar soluções é algo que todos podemos (e devemos) fazer. Não aceitar essa bagunça, não se conformar com um serviço medíocre, não ficar achando que é melhor isso do que nada.

Eu não entendo o suficiente para apontar as soluções, infelizmente. Mas sei que temos direitos que precisam ser respeitados e devem ser exigidos.
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Oi tem um selinho para vc lá no blog. Espero que goste! http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/2012/12/adoramos-ganhar-selinho.html

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...