Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Minhas escolhas e o meu temperamento impulsivo


Estive pensando sobre este assunto esta semana.

Sou uma pessoa que gosta de refletir sobre os fatos da vida e sobre minha própria vida, me auto-analiso com frequência e  me imponho novas condutas e posturas sempre que me deparo com as falhas que cometo no dia-à-dia, mas não sou nem de longe uma pessoa racional.

Ajo por instinto, sou passional, movida à emoções. Isso muito me ajuda em situações que devem ser resolvidas rapidamente, em casos em que o instinto materno por exemplo é a salvação da lavoura, mas me atrapalha muito em outros.

Sou afobada, impulsiva e com frequência meto os pés pelas mãos. Meu temperamento muitas vezes me impede de fazer  bem minhas escolhas, acaba "escolhendo por mim".

Lendo sobre isso nos últimos posts do blog da Rede Mulher & Mãe pude ver claramente como isso interfere não só na minha vida, mas na dos meus filhos também.

Obviamente que quando se refere à eles sempre penso neles em primeiro lugar, mas sei que podia ter feito outras escolhas lá no meu passado que tornariam a vida deles mais fácil hoje, como concluir meus estudos, cuidar mais da minha saúde, fazer uma poupança...

Mas já não posso mudar essas coisas. Só posso mudar daqui pra frente e isso é cada vez mais difícil à medida que a idade avança, hábitos, manias e costumes vão se enraizando com o passar dos anos. Mas sempre é tempo de mudar, ou pelo menos, tentar.

Estou trabalhando alguns pontos no meu modo de ser e de pensar, mas isso é um trabalho que demanda tempo e muita energia. Mas estou me empenhando pra manter minha índole destemperada sob controle. Ainda não consigo, mas chego lá.

O que me preocupa, é que nesta tentativa de mudança, esteja deixando de ser eu. Se antes era decidida e não tinha medo de grandes mudanças e transformações, nem de errar, agora me vejo cada vez mais acovardada diante de novos desafios. Não sei se isso é próprio do amadurecimento, de pensar mais nas consequencias antes de se fazer qualquer coisa, ou se é medo de errar mesmo e não ter tempo ou energia para me corrigir. E esse acovardamento faz com que eu não me reconheça, me frustra e me deprime.

E vocês, como lidam com o temperamento na hora de fazer suas escolhas?





Por: Tuka Siqueira / @TukaSiqueira
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Amiga
    Também sou muito passional. Reajo às emoções e se isso, por um lado ajuda, naqueles momentos em que vc tem que tomar decisões rápido, mas tb atrapalha um pouco, porque às vezes falamos ou agimos sem pensar. Mas como vc tb já fui bem mais impulsiva. E credito isso ao passar dos anos. A gente vai amadurecendo e vai ponderando mais, acalmando e analisando bem melhor as coisas... Acho que isso é fruto do passar dos anos esmo, amiga... um grande abraço e bom dia

    ResponderExcluir
  2. Por isso que vc é linda!!!
    Pq mesmo com tantas qualidades, vc ainda quer melhorar mais e mais...

    beijos minha flor!!!
    saudades!!!!

    ResponderExcluir
  3. Sou muito impulsiva e movida pelas emoções, o que nem sempre é bom! As vezes falo demais e o que não devo, mas isso tudo é culpa do meu temperamento, estou me domando, mas sei que é um processo difícil e longo. As decisões pensadas são sempre as melhores!
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir
  4. Ja fui mto mais impetuosa do q sou hj. Acho q conforme ganhamos anos de vida, adquirimos tb a necessidade de reavaliar posturas e valores.
    Como disse a amiga ai acima, e eu acrescento, a riqueza esta mesmo em meio a tantas qualidades, a busca continua em aperfeiçoar-se, em ser melhor...
    Tava c uma saudadinhas de passar por aqui... bjs Tuka

    ResponderExcluir
  5. Tukinha!
    Sou temperamental e explosiva, aprendendo a ser mansa...rsrsrs...será q é possível sem perder nossa essência?
    creio q podemos ser melhor sem deixarmos de ser nos mesmas...basta descobrirmos a formula
    bjusssss

    ResponderExcluir
  6. Tb sempre fui impulsiva, mas depois dos meu filhos mudei e muito.

    Mas me acho melhor hj que antes, pois eu tenho um propósito, ser a melhor mãe que meus filhos possam ter!

    Bjos

    Elaina #amigacomenta
    http://www.vidademae.net/

    ResponderExcluir
  7. Acho q a parte mais importante vc já esta fazendo: refletir sobre quem vc é e o que quer pra vc... e isso todos devem fazer, o tempo todo, ou com mais seriedade em algumas fases de nossa vida. nos ajuda a conhermos melhor, a perceber onde mudamos, pq mudamos, e o que somos, que momento estamos passando que nos fazem tomar decisoes que antes nao tomavamos... mas a vida é assim e faz parte do nosso crescimento passar por mudanças, questionamentos...
    #amigacomenta
    micheleshefel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ja fui mto mais impetuosa do q sou hj. Acho q conforme ganhamos anos de vida, adquirimos tb a necessidade de reavaliar posturas e valores.
    Como disse a amiga ai acima, e eu acrescento, a riqueza esta mesmo em meio a tantas qualidades, a busca continua em aperfeiçoar-se, em ser melhor...
    Tava c uma saudadinhas de passar por aqui... bjs Tuka

    ResponderExcluir
  9. Amiga
    Também sou muito passional. Reajo às emoções e se isso, por um lado ajuda, naqueles momentos em que vc tem que tomar decisões rápido, mas tb atrapalha um pouco, porque às vezes falamos ou agimos sem pensar. Mas como vc tb já fui bem mais impulsiva. E credito isso ao passar dos anos. A gente vai amadurecendo e vai ponderando mais, acalmando e analisando bem melhor as coisas... Acho que isso é fruto do passar dos anos esmo, amiga... um grande abraço e bom dia

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...