Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Viagens e acidentes

Como vocês sabem, viajo com frequência para Porto Alegre para consultas médicas e exames, às vezes com as crianças, utilizando o transporte da prefeitura. Volta e meia reclamo (aqui e aqui) do quão desconfortável é esse ônibus que nos carrega e de todo o cansaço gerado por essas viagens. Também já fiz post's (aqui e aqui) falando sobre o lado engraçado dos meus "passeios". Relutei um pouco para falar sobre este assunto, mas hoje queria refletir sobre outro aspecto, o das estradas e os perigos que elas representam.

Na última viagem que fiz, na volta, já cansada e tensa, demos de cara com um grave acidente. Dois carros bateram de frente, 3 feridos graves, uma vítima fatal. Já era noite, estava escuro e não deu pra ver muita coisa, mas o pouco que vimos foi suficiente para nos deixar chocados e ainda mais tensos no restante da viagem: num dos carros os socorristas tentavam tirar um homem das ferragens e dava para perceber mais alguém preso lá dentro, no caso, o corpo da moça que morreu.

Os acidentes nas nossas estradas e cidades estão se tornando uma verdadeira praga, que mata diariamente mais gente do que se estivéssemos em guerra.

Veja algumas estimativas e informações (dados do site SOS Estradas):


ESTIMATIVA DOS ACIDENTES E VÍTIMAS NAS ESTRADAS BRASILEIRAS PAVIMENTADAS
RODOVIAS
ACIDENTES
MORTOS
FERIDOS
VÍTIMAS
Federais(1)
104.863
5.780
60.326
66.106
Estaduais (2)
134.240
6.156
77.744
83.900
Municipais (3)
24.960
1.200
14.400
16.600
TOTAL (1)+(2)+(3)
264.063
13.136*
152.470*
166.600

* Dos 152.470 feridos, aproximadamente 10.864 morrem posteriormente. Consequentemente o total estimado de mortos é de 24.000 pessoas.
(1) Dados oficiais
(2) Dados oficiais de 14 estados com estimativa para os demais estados
(3) Estimativa considerando malha rodoviária, frota e comparativo com demais estados
OBS: O número de mortos é relativo as vítimas que falecem no local do acidente ou durante o transporte para o hospital.



Estes números são assustadores. Mas não são só os números que me impressionam. Fico impressionada em saber que a grande maioria desses acidentes poderiam ser evitados! Ou seja, milhares de mortes, outro tanto de pessoas mutiladas ou incapacitadas por sequelas de acidentes poderiam não acontecer se houvesse mais cuidado, mais gente usando cinto de segurança, menos negligência, menos imprudência, menos excesso de confiança, menos pessoas dirigindo cansadas ou sob efeito de álcool ou drogas, se os carros só fossem para as estradas depois de passar por manutenção preventiva, se as estradas fossem melhores, se....

Sei que os fatores a serem levados em conta são muitos, mas também sei que se eles FOSSEM LEVADOS EM CONTA não haveriam tantos acidentes, tanta carnificina em nossas estradas e cidades.

Nós que precisamos constantemente andar por essas estradas, nas mãos de motoristas que trabalham em cargas horárias às vezes bem pesada, em veículos nem sempre em condições ideais, viajando sempre à noite sabemos muito bem o risco que corremos. 

Todas as vezes que precisava viajar, perdia o sono na noite anterior. Por ansiedade e por medo de perder o horário, já que saímos daqui sempre às 4 da madrugada. Mas de uns tempos pra cá, tenho começado a perder o sono dias antes. Fico nervosa, irritada, ansiosa. Já percebo alguns sintomas semelhantes à chamada "síndrome do pânico" e nem me espanto com isso, pois todo dia vemos notícias e mais notícias da violência no trânsito, e esses microônibus e ambulâncias de prefeituras são especialmente assíduos dos noticiários.

Graças à Deus (e aos motoristas!) nunca sofri nenhum acidente de trânsito, por menor que fosse. Mas já presenciei alguns e conheci gente que se feriu ou morreu em acidentes (quem não conhece?) e isso me assusta muito. Como não posso deixar de fazer essas viagens, só me resta rezar e pedir muito que Deus continue a me abençoar com viagens que tenham um bom final.




.
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Olá Tuka
    Realmente é precário o estado das estradas no Brasil todo. Todavia não são só elas as culpadas pelos acidentes, a maioria é causado pela irresponsabilidade dos motoristas e a péssimo estados dos carros. Esse conjunto de fatores, colocou o Brasil em primeiro lugar no mundo, em número de mortes no trânsito. Lamentável.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. É realmente assustador, mas não se pode deixar de viver por coisas como essa acontecerem, como você bem coloca, tem de seguir em frente, fazendo a nossa parte para evitar os acidentes e ajudando as vítimas se isto estiver ao nosso alcance.
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  3. Oi Tuka

    Tanta coisa poderia ser feita começando pelo interesse dos governantes. Quanto aos motoristas, além dos motivos que você citou, a falta de responsabilidade é um dos motivos de acidentes violentos.
    Quando saímos nas estradas brasileiras entramos numa guerra sem desejar.
    Só nos resta pedir a proteção de Deus, porque os responsáveis desaparecem.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  4. Triste demais toda essa estatística...
    Eu dirijo, mas quando se trata de estrada eu tenho medo e passo o volante para o maridão.
    Acho que as pessoas abusam tanto, correm desnecessariamente e ainda colocam a vida dos outros em risco.
    Temos mesmo é que pedir proteção a Deus!

    Atrasada mas adorei seu post sobre o casamento real! Quem é que nunca sonhou com um príncipe...rs

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Tuka...
    Realmente, os numeros assustam, e como vc disse, a grande maioria poderia ser evitado... ainda nessa semana perdemos um colega de trabalho de apenas 23 anos e sua namorada 21 anos num grave acidente de automovel, que poderia ser evitado.
    Que Deus nos guarde todas as vezes que precisamos 'pegar a estrada' pois ela pode ser uma arma mortal infelizmente...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Oi Tuka, também nunca sofri acidentes e as ruas do meu bairro foram recém pavimentadas e os acidentes não param de ocorrer.
    É incrível o despreparo dos motoristas ao volante, que acham que só por que as ruas não são mais esburacadas, podem execeder o limite de velocidade.
    Lamentável o pouco valor que alguns seres humanos dão a própria vida.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Tuka

    Tanta coisa poderia ser feita começando pelo interesse dos governantes. Quanto aos motoristas, além dos motivos que você citou, a falta de responsabilidade é um dos motivos de acidentes violentos.
    Quando saímos nas estradas brasileiras entramos numa guerra sem desejar.
    Só nos resta pedir a proteção de Deus, porque os responsáveis desaparecem.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...