Ache aqui o que você procura!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Minha mãe


Como descrever minha mãe? Toda vez que penso sobre isso me vem à mente um adjetivo: Batalhadora. Mas minha mãe é muito mais que um único adjetivo. Carater, integridade, honestidade, valores, princípios, austeridade, doçura, aconchego, coragem, sensibilidade, segurança, amor também são palavras que cabem bem à ela.

Essa sou eu, no meio de papai e mamãe.

Sempre tive muito respeito pela minha mãe, um respeito que beira o medo. Porque? Não sei ao certo. Acho que ela sempre foi tão correta nas suas atitudes, sempre tão guerreira e forte, um modelo tão revestido de perfeição, que sempre tive medo de não estar a altura do que ela espera de mim. Essa sempre foi a maior barreira entre nós: a perfeição que eu vejo nela e que não consigo imitar.

Sempre digo que qualidades a gente adquire enquanto os defeitos a gente herda. Porque minha mãe tem tantas qualidades, tantas habilidades e eu só herdei dela os defeitos: o cabelo que cresce pra cima feito samambaia, os joelhos pra dentro, o dedinho torto, a teimosia...

Temos nossas divergências é claro, e muitas. Pensamos de maneira diferente e temos posicionamentos diferentes diante da vida. Batemos de frente muitas vezes. Mas acredito que a gente só briga com quem ama, com quem se importa.

Me preocupo muito com a sua mania de cuidar de nós, com uma preocupação tão grande ou até maior do que a que tenho pelos meus bebês. Já estamos bem grandinhos (meu irmão caçula já tem mais de 30 anos) e deveríamos saber tomar conta de nós mesmos, mas apesar de nos aborrecermos às vezes com a sua intromissão, gostamos de ser mimados.

Mamãe nasceu no interior do interior, em Esmeralda, antigo distrito de Vacaria numa família muito pobre. Terceira de 7 filhos, pai austero, mãe com saúde frágil. Estudou pouco na infância, completou o ensino fundamental quando eu já tinha uns 7 anos. Viveu parte da infância e adolescência com uma tia por quem sempre nutriu amor de filha e me ensinou a amar como se fosse minha avó. Saiu de casa relativamente cedo, para estudar enfermagem em Caxias do Sul indo parar em Porto Alegre, onde conheceu meu pai, se casou, trabalhou a vida inteira como auxiliar de enfermagem e criou seus 3 filhos.

Mas nunca foi só isso, ela vendeu tudo que foi treco, fez curso de todo tipo de artesanato, aprendeu a fazer todo tipo de bugiganga e foi com o artesanato que muitas vezes sustentou a casa e pagou pelos nossos "pequenos luxos". 

Nunca se deixou abater, pelo menos não na nossa frente. Foi sempre forte e discreta, mesmo em situações que a feriram profundamente e que eu só soube depois de adulta. 

Mesmo eu tendo dito muitas vezes que quando tivesse meus filhos faria tudo diferente, faço muita coisa igual. E mesmo o que faço diferente, faço pensando se ela aprovaria ou não. Quando fiz minha tatuagem, aos 40 anos, minha preocupação era saber se ela iria gostar, ou se iria me dar um daqueles sermões dela... Nossas brigas talvez sejam fruto disso, de eu querer, precisar da aprovação dela, e nem sempre ter.

Quando fiquei grávida, aos 17 anos, pensei em fugir de casa para não ter que enfrentá-la. Mas o instinto materno que já nascia em mim, me fez perceber o quanto precisava dela. Fiquei e ouvi um sermão de 3 dias, mas sempre reforçado pela promessa de que estaria do meu lado.

E ela tem estado sempre ao meu lado, mesmo estando longe. Seu radar a faz sentir minhas aflições, mesmo à distância, às vezes aparece do nada, nas horas que mais preciso de colo. E não me importa se ela é ranzinza ou se discorda sempre de mim, se me cobra e pega no meu pé. O colo dela ainda é o lugar que mais amo estar nesse mundo.

Por tudo isso, e mais um pouco, quero dizer a ela o quanto a amo. Que ela é a maior referência que tenho de integridade, valores e princípios éticos. Que o modelo que tento seguir, mesmo com opiniões divergentes, é o dela. Que ela é o meu chão, meu porto seguro, minha calma, meu norte. Que se eu conseguir ser metade da mãe que ela é, já terei sido uma ótima mãe. 

Nós duas.

Feliz Aniversário minha mãe! Que Deus nos mantenha unidas sempre e que possamos passar mais tempo juntas. Te amo. Muito.








.
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Que linda declaração de amor a sua mãe, Tuka !!!
    Parabéns à ela. Que Deus lhe dê muita saúde e muitos anos de vida para que vcs possam disfrutar muito ainda juntas...
    Lendo o seu relato de mãe, também lembrei muito da minha... Engraçado como mãe pra gente é um modelo, né ? Espero que nossos filhos tenham tanto orgulho de nós como eu e vc temos pelas nossas mães.... Um grande abraço e uma ótima semana... Ahhhhh, que pai galã era aquele seu, hein ? rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Mae e' mae. Amor de mae e' inexplicavel, mesmo que a gente sinta e que tente explicar...
    FELIZ ANIVERSARIO PRA ELA, E PARABENS PRAS DUAS!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Parabens 'a sua mae e 'a voce tambem, Tuka, deu pra ver de onde voce herdou esse amor que te aflora e essa forca que te move!

    bjaO

    ResponderExcluir
  4. Olá Tuka
    Nada no mundo se compara à mãe. Feliz aniversário, que Deus lhe saúde, vida longa e a proteja sempre.
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. Oi Tuka, parabéns a sua mãe, pelo aniversário e pelo caráter.
    Acredito que o papel de mãe deve ser o mais difícil do mundo.
    E é por isso tanta gente erra. Imagina a responsabilidade de transmitir os valores corretos, disciplinar e corrigir, amparar, cuidar, socorrer...
    Ela dá o seu "pior" para que o filho seja o melhor. Por isso tantas cobranças, que no fundo são cuidados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Posso dizer? Chorei...
    E me vi em muitas situações, como a de querer sempre a aprovação dela e muitas vezes não ter.
    O amor acima das divergências. Sempre.

    Beijo e parabéns pra sua mãe.

    ResponderExcluir
  7. Que fôfa...amei as declarações, amo minha cunhada, admiro ela demais e sem contar que ela estava junto de mim na sala de parto de meus dois filhos...beijos pra vc e Feliz Aniversário pra ela.

    ResponderExcluir
  8. Oi Tuka, parabéns a sua mãe, pelo aniversário e pelo caráter.
    Acredito que o papel de mãe deve ser o mais difícil do mundo.
    E é por isso tanta gente erra. Imagina a responsabilidade de transmitir os valores corretos, disciplinar e corrigir, amparar, cuidar, socorrer...
    Ela dá o seu "pior" para que o filho seja o melhor. Por isso tantas cobranças, que no fundo são cuidados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Mae e' mae. Amor de mae e' inexplicavel, mesmo que a gente sinta e que tente explicar...
    FELIZ ANIVERSARIO PRA ELA, E PARABENS PRAS DUAS!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...