Ache aqui o que você procura!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Os pecados de uma mãe

Cometi um grande pecado com minha caçula Letícia. Quando fiquei grávida dela, sem esperar, fiquei meio em pânico pois as gêmeas ainda eram tão bebêzinhas e me perguntava como seria dar conta de mais um bebê nestas condições.

Conversando com uma psicóloga infantil lá do HCPA, e ela me instruiu e dar mais atenção para as gêmeas no início, pois o bebê recém nascido dorme a maior parte do tempo, então quando eu não estivesse amamentando, período em que deveria me dedicar integralmente ao bebê, devia dar atenção "às grandes" como forma de evitar os ciúmes.

Essa dica foi valiosa, pois elas sentem muito pouco ciúmes da Letícia, sentem mais uma da outra do que dela. Mas ao mesmo tempo, fez com que eu me perdesse um pouco. 

A Letícia é um bebê maravilhoso. Calma, tranquila, sorridente. Tudo pra ela tá bom. Então, fui me passando da hora de dar mais atenção à ela. Quando ela teve aquela pneumonia em junho, ela deu uma regredida no seu desenvolvimento. Não queria mais ficar sentada, chorava e logo se encostava nos travesseiros ou onde pudesse.  Achei que sentisse dor e cansaço por causa do esforço para respirar e não quis forçar a barra, deixei por ela. Só que ela também é muito preguiçosa e não tomou a iniciativa. 

Quando começou a se aproximar o primeiro aniversário, comecei a perceber que algo estava errado. Sei que cada criança tem seu tempo, mas as gêmeas caminharam tarde, com 1 ano e 5 meses, mas no aniversário de 1 ano ficaram em pé nas cadeiras para as fotos, Letícia não ficava. Nem sequer tinha interesse em ficar. 
Conversei com as tias da escolinha, com amigas, com o pediatra. Todo mundo me dizia que era assim, cada criança tem seu tempo, etc... Mas eu sabia que aquele desinteresse dela não estava certo.

Comecei a forçar a barra dela, colocava ela em pé no meu colo, mas ela só ficava se estivesse muito distraída, senão chorava. Mas tinha medo de forçar muito e prejudicá-la. comecei então articular um modo de levá-la a Porto Alegre. Chegou um ponto em que a diretora da escola já estava preocupada e veio me falar, mas a essa altura eu já estava com consulta marcada para as gêmeas em Porto Alegre e planejava levar a Letícia junto. Acabei não levando porque não tive como, mas chegando lá conversei longamente sobre ela com a pediatra e com uma fisioterapeuta que estava lá nesse dia. A fisio então me falou de alguns exercícios que eu deveria fazer com ela e me tranquilizou quanto à questão física. Eu tinha certeza que ela não sentia dor, pois distraída ela ficava em pé, mas como ela chorava muito até quando falávamos em colocá-la em pé, pairava sempre uma dúvida sobre ela sentir alguma dor, ou desconforto. 

O que faltou pra minha Letícia, foi estímulo. Em outras palavras, faltou mais colo. As gêmeas me ocupam tanto, requerem tanto minha atenção e ela é sempre tão tranquila, tão de acordo com tudo, que deixei ela de lado e não lhe dei o colinho de que precisava. Talvez tenha sido por isso que ela resistiu tanto em largar o peito e mais uma vez me sinto culpada por ter sido obrigada a tirar o aleitamento, nosso momento de maior intimidade, quando dava mais atenção à ela, foi tirado bruscamente. 
Ela nunca exigiu minha atenção durante esse tempo, mas se recusava a sair do lugar. Até o início de dezembro quando iniciamos o "tratamento intensivo" com ela, ela ficava sentada o tempo todo. Quando a erguíamos do chão, ela trazia as pernas retinhas pra frente, mantendo a posição sentada mesmo no ar. Chorava quando a colocávamos de bruços ou de quatro e ficava imóvel, aos gritos até a tirarmos da posição. Se colocávamos brinquedos perto dela, ela se esticava ao máximo até alcançá-los, mas se não conseguisse, simplesmente desistia.

Bastou um mês e meio de exercícios e muito colinho extra, para ela aprender muita coisa. Na verdade ela já sabia fazer essas coisas, mas tinha medo, ou se recusava a fazer pra chamar atenção. Agora já fica em pé com as pernas bem firmes e quer dar passos, mas seus passos ainda são com a "bunda pesada" como eu digo, ela ainda não entendeu que precisa se segurar com as mãos em algo e apoiar o peso nas pernas e não no bumbum.

Mas já fica em pé na banheira para lavar "as partes", já não chora mais para isso, ao contrário, agora quer fazer. E hoje, pela primeira vez, engatinhou. Ela já tinha aprendido a se arrastar e já não ficava mais no lugar, ia de cá pra lá e de lá pra cá muito fácil, mas hoje engatinhou, aquela andada clássica do bebê de quatro, primeiro passo decisivo para definitivamente andar.

Ela tá com 1 ano, 3 meses e 18 dias e engatinhou pela primeira vez. É tarde, eu sei. Mas é o tempo dela, a  vitória dela. E a emoção é toda minha. 

Este post é um pedido de desculpas à  minha lindeza. E também um alerta. Mesmo o meu bebê sendo a alegria da casa, mesmo ela sendo doce, meiga, sorridente, amável e etc, não dei à ela a atenção de que precisava, simplesmente porque ela não exigiu nada de mim, enquanto as outras me exigem demais e o tempo todo. Vou dar jeito nos mimos às irmãs, elas estão mesmo muito passadas, e distribuir melhor minha dedicação. Faltam-me braços pra tanto colo, mas vou me dividir melhor. Sei que sempre irei pecar um pouco nesse sentido, mas prometo que será bem pouco.

Fiz um vídeo dela dando seus primeiros engatinhos.  Ela andou bem mais do que isso, mas toda vez que tentava filmá-la, ela sentava no chão e fazia pose pra câmera (exbida!) então é só uma amostra, mas que me fez chorar de emoção.

Bom domingo à todos. Na semana que vem já estarei de volta em casa e aí vou recomeçar pra valer a por minha leitura e comentários em dia. Também vou voltar a postar com mais regularidade deixando meu bloguinho menos tempo às moscas como ele tá agora...


video




Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. Tuka,
    Aprendo muito com vc, e nem preciso dizer que acabei de ter uma aula né?
    Não se culpe, imagino o dobrado que vc corta!
    Amei o vídeo, a Letícia é uma fofa...e as gêmeas passeando ahhahah muito bom!!!
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir
  2. Tuka querida! Vc é uma pessoa iluminada por Deus, ou pela Deusa!
    Ser sua filha já é uma dádiva pra essas garotas e elas têm sorte de ter você!
    E tenho certeza é já que a Letícia vai estar pulando pra cá e pra lá!!!!
    beijocas,

    Mari

    ResponderExcluir
  3. Amiga,
    Não se culpe de jeito nenhum...
    Cada vez q vc escreve aprendo um pouco sabia?
    E já disse neh?
    Letícia é minha paixão!!!
    Não sei nem explicar, conheço muitas e muitas crianças, mas ela mexeu comigo de um jeito q não sei identificar...
    E neh, vc vai dar ela pra mim neh?? =o)

    Lindo o vídeo!
    Imagino a sua emoção, o seu coração!
    A gente vibra, sofre, e vive por eles neh?

    Bjão!

    ResponderExcluir
  4. 3 crianças nosssa muita coisa ..

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  5. Oi Tuka.
    Deve ser complicadíssimo dividir as atenções...
    Ainda sou inexperiente no assunto mãe, mas percebo que temos uma tendência enorme em nos cobrar. Sempre achamos que poderiamos ter feito algo diferente ou melhor. Mas na verdade nossa intenção é sempre a melhor, não é mesmo?
    Parabéns pela conquista da Letícia :)
    Não consegui ver o vídeo, mas amanhã volto aqui para tentar assistir.
    Beijão e uma abençoada semana.

    ResponderExcluir
  6. Tuka, querida.
    Não tem porque se culpar.
    Se erramos (e que mãe nunca errou) é sempre na intenção de acertar. E se você não fosse uma mãe excepcional não estaria nem ai, não teria notado que algo estava errado mesmo quando todos diziam que era assim mesmo, não teria feito esse post admitindo que poderia ter feito diferente.
    Te admiro muito, a Letícia é linda, e meus olhos encheram de lágrimas de poder ter visto seus primeiros "passinhos" junto com você.
    Obrigada por dividir com a gente.
    Encha ela de carinho agora, mesmo que ela não peça e use como lição.
    Você é uma super mãe, te admiro pra caral*** você não tem idéia!
    Fique bem, e parabéns pela conquista de vocês!
    Beijos carinhosos
    Calu

    ResponderExcluir
  7. Achei o vídeo engraçado e emocionante...
    Sei como é a espectativa de ver a criança engatinhar e andar... A minha Bia andou com 1 a e 4 meses, pq meu irmão o tio Bú, exercitava td dia... kkkkkk e os 1os passinhos foi na direção dele. Engantinhou no chão com 1 a e 1 mês. No dia da festenha dela... Mas ela engatinhava no no colchão... história longa! Enfim, eu sei q kda criança tem seu tempo e a minha tem um prob e eu esperava q ela demorasse mais, mas vc, imagino o qto de ansiedade tinha nesse coraçãozinho...
    O engraçado é q uma gêmea passou, e logo depois veio a outra, mas acho q foi a mesma q deu a volta... explica pra mim? kkkkk vc sabe quem é e deve escutar essas gracinhas sempre, mas eu acho curioso ver uma passar e d novo, como se a cena tivesse repetindo...
    Uma coisa q reparei foi q a Letícia engatinhou para pegar o brinquedo. Por ter uma casa bem habitada... kkkkkkk será q ela num tem é mta gente fz por ela?
    Sei lá, a Bia é 'oportunista', aqui tem gente d+ pra fz por ela... pq qdo num tem a minha Bia dá o jeito dela... precisa ver... kkkkkkkkk
    Crianças...
    Te acho uma heroína, guerreira, do bem e minha 'ídola' kkkkk pq essa criançada toda... Só com seu coração mega giga mesmo.
    Beijocas mil

    ResponderExcluir
  8. Tuka,
    Fico muito feliz por vc e sua filhinha tb ! Nós ficamos mesmo imensamente emocionadas com cada nova conquista dos nossos filhos, não é ???
    Se vc acha que falhou com a caçula e puder se policiar mais para dar-lhe mais atenção,melhor... Mas não se culpe tanto... Sua tarefa não é fácil e sei que vc dá o melhor de si para cuidar da sua prole...
    É esse um dos meus medos de ter um segundo filho. Amo tanto o primeiro e vivo tão intensamente para ele que tenho receio de dividir tudo isso,ou mesmo de não saber dividir tudo isso comum outro filho...
    Um grande abraço amiga e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  9. Tuka linda... não se culpe dessa maneira!
    Essas coisas acontecem, na confusão dos nossos dias não percebemos.

    Fique tranquila, a Letícia é linda e esperta, e logo logo estará correndo junto com as irmãs de um lado para o outro...

    um beijooooooo

    ResponderExcluir
  10. Oi Tuka! Querida, criança tem seu tempo, a culpa não é sua, pare de se culpar dessa maneira! Está vendo só? As coisas agora estão entrando nos eixos! Minha mãe me conta q eu era muito preguiçosa pra andar, fui andar c 1 ano e 6 meses mais ou menos. Ela já tinha me levado há um monte de pediatras, levado em benzedeiras (ela apelou mesmo >.<) e nada de eu pensar em caminhar. E o dia em q eu quis andar, eu simplesmente andei! Ela disse q foi uma grande surpresa pra ela ^^ E assim é c todas as crianças. Os meus sempre foram precoces, andaram muito cedo e isso tbem não é muito bom, problemas de postura sabe. E as coisas são assim amiga, tudo acaba caindo nos ombros de nós mães, mas não vejo onde vc pode ter culpa nisso! É complicado dividirmos nosso tempo entre os filhos, muitas vezes me pego dando mais atenção pra um do que pra outro, mas é que eles são diferentes, um é mais independente e outro mais carente... Sempre tendemos a dar mais atenção para aquele que exige mais, só isso, não se culpe amiga!
    E as coisas vão se ajeitando né, logo, logo, nossa Letícia estará correndo pela casa! E vc atrás dela, sem fôlego =P
    Beijocas carinhosas, fique com Deus =**

    ResponderExcluir
  11. Não se culpe, três crianças em casa é uma barra muito pesada e cada criança tem, realmente, o seu próprio ritmo. Aqui em casa aconteceu o contrário, o menor, até porque não tenho o mesmo tempo para dedicar a ele como no caso do mais velho, que era o único em casa, está mais solto e se desenvolvendo mais rápido. Ele tem 1 ano e, esses dias, o encontrei em cima da mesa da sala! Não tenho a menor idéia de como ele subiu lá, imagina o perigo!
    O fato dela ter respondido ao estímulo tira todas as suas preocupações quanto ao seu desenvolvimento; desencuque e curta mais a sua pequena, é só disso que ela realmente precisa, o resto vem ao seu tempo.
    Beijo,
    Adri

    ResponderExcluir
  12. Que em seu coração reina td aquilo que vc deseja,pois o Senhor te fará como um jardim regado, plantado e cuidado pelo Espirito dele e fluirá como um manacial de "aguas vivas" bjinhos vc é muito especial pra mim....
    ´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶
    ´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
    ¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
    ¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶
    ¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ ´¶¶¶¶¶
    ´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶
    ´´´´´´´´´´´¶¶¶¶
    ´´´´´´´´´´´´¶¶

    ResponderExcluir
  13. Mãe quando erra é por amor. Não fique se culpando!

    ResponderExcluir
  14. oi querida pois é esse sentimento de culpa me corroi, pois sinto que deveria ter visto mais cedo o problema da minha filha, por ela ser a calminha assim como Leticia, não me dava trabalho, mama bem, dorme muito e se alimenta bem, não é chorona, então achei que tudo estava bem, erro meu...agora vou ter que correr contra o tempo para a Mariana ter um tratamento bom, ainda não sei bem o que ela tem, mas alguma coisa é, acho que seja "espectro do autismo", ontem chorei horrores quando a fono me disse que poderia ser, me senti a ultima das mulheres, mas sei que tem problemas bem maiores, mas mãe sofre todas do mesmo jeito eu acho...vamos ver dia 08 de fevereiro o que a minha florzinha tem realmente...

    Adorei o video ela esta linda, alias a familia é linda! beijocas no quinteto e em vc.

    ResponderExcluir
  15. Bom passei aqui pra convidar voce a ouvir os cultos ao vivo de minha igreja.Estamos em campanha que se chama
    "12 dias de clamor pra 12 meses de benção".
    Eu te convido a ser nosso ouvinte...eu estarei la cantando e ministrando sobre a vida de todos...e eu creio que neste ano é um tempo de grandes conquistas pra cada um de nós...começamos ontem.Ontem foi representado o mes de janeiro...oramos pra pessoas que fazem aniversario de casamento e quem nasceu neste mes tbm....cada dia será um mes,no total de 12 dias,representando 12 meses do ano,hoje vamos representar o mes de fevereiro...e se você cre,e não duvidar gostaria de te convidar a deixar seu nome se quiser claro ,o mes que vc nasceu e o mes que vc se casou.Estaremos orando por vc e seu lar...saiba que o melhor de DEus está por vir...eu creio.Entre no site da minha igreja e assita o culto ao vivo....de segunda a sexta são as 20hs,sabado são as 19hs,e no domingo as 18hs,serão 12 dias seguidos trazendo paz e esperança pra vc e sua casa....entre no site e conheça minha igreja
    www.iepcordeiro.com

    Bjinhos ro

    ResponderExcluir
  16. Tuka, realmente cada uma tem seu tempo, seu temperamento, suas necessidades; e cada mae tem seus motivos, suas razaos da hora, nao ha como sermos perfeitas, a nao ser que tenhamos empregadas,babas e pediatras, especialistas,na familia,nemesmo!

    qto a influenza, a verdade e' que muitas maes,trabalhando fora, nao tem com quem deixar as criancas por 3-4 dias, dai acabam nao informando a escola e mandando os filhos 'a aula assim que a febre abaixe, creio que venha dai tamanho numero de infectados todos os anos. Poderiam muito bem faltar no trabalho, mas usam a velha desculpa do "nao posso faltar tantos dias
    bjcas

    ResponderExcluir
  17. Tuka querida! Vc é uma pessoa iluminada por Deus, ou pela Deusa!
    Ser sua filha já é uma dádiva pra essas garotas e elas têm sorte de ter você!
    E tenho certeza é já que a Letícia vai estar pulando pra cá e pra lá!!!!
    beijocas,

    Mari

    ResponderExcluir
  18. Tuka,
    Aprendo muito com vc, e nem preciso dizer que acabei de ter uma aula né?
    Não se culpe, imagino o dobrado que vc corta!
    Amei o vídeo, a Letícia é uma fofa...e as gêmeas passeando ahhahah muito bom!!!
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...