Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Não ao aborto

Quero abordar aqui alguns assuntos chatos, que certamente irão me render protestos e algum mal estar porque envolvem questões religiosas, preconceitos ou dogmas. São assuntos recorrentes e persistentes nas rodas de discussão e quero deixar aqui minha opinião sobre eles, mesmo que isso me renda alguma dor de cabeça. 
Um desses assuntos é a legalização do aborto. Este assunto volta e meia volta a ser discutido, e com as eleições presidenciais indo para o 2º turno, ficou ainda mais "na moda".

Eu sou contra o aborto. 
Aborto é assassinato, já que o feto É um ser vivo, uma manifestação de Deus, parte da criação.
Mas o assunto não é tão simples assim. Todos os dias mulheres morrem ou são mutiladas por causa de abortos mal feitos em clínicas clandestinas, muitas sem higiene nenhuma. Clínicas que cobram verdadeiras fortunas para executar tal crime. A legalização do aborto certamente diminuiria os riscos para as mulheres que se submetem à esse procedimento e suas consequências para a saúde pública do país e acabaria com o "ganha pão" de gente sem escrúpulos que lucra com a desgraça alheia. Também diminuiria muito o nascimento de crianças indesejadas que seria negligenciadas, abandonadas, maltratadas. Isso é fato.

Mas nada disso justifica o crime. Legalizar o aborto seria um sinal verde para que mais mulheres desistam de suas gestações e se aventurarem por esse caminho. O que precisa urgentemente ser feito é a criação de uma política pública com campanhas maciças de esclarecimento e conscientização para que as mulheres (e os homens também) entendam que ter o domínio sobre o próprio corpo e o poder de decidir o seu futuro, passa necessariamente pela responsabilidade de se prevenir de gestações indesejadas. É preciso que as mulheres saibam que usar um método anticoncepcional é mais fácil, barato, eficiente e saudável do que se submeter a um aborto. Questões religiosas à parte, (embora sejam bons e fortes argumentos), em qualquer situação prevenir é sempre melhor do que remediar. Isso também é fato.

O assunto é polêmico e muito complexo e seja qual for o desfecho deste caso, certamente não agradará à todos, mas há que se tratar a vida com o respeito que ela merece. A vida é um dom divino, caro, precioso. Precisa ser guardado, protegido de todas as formas. E à nós, mulheres, esse dom é dado com uma reponsabilidade à mais: recebemos nossa própria vida e o poder de gerar outras. Isso é uma honra e precisa ser tratado como tal.



 



(Foto da Internet)
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Concordo que a legalização do aborto possa "libertar" pessoas de uma responsabilidade que muitas não tem, a de se preservar.
    Usar métodos contraceptivos assim como vc disse, não é caro, e não faz mal a saúde.
    só tem 1 motivo que eu acho válido a liberação do aborto: no caso de estrupo, pois acho injusto, e preocupante para ambos (bebê e mãe) pois a mulher já passou pelo trauma, e toda vez que ela olhar para aquela criança que não tem culpa de nada lembrará dos momentos que passou.

    ResponderExcluir
  2. Eu não faria um aborto, mas sou à favor da legalização. Acho que ninguém deve intervir na vida alheia. Caberá a mulher decidir e quando ela decidir que tenha o mínimo de segurança para isso, como um hospital decente e coisa e tal.
    O fato de ser ilegal não coibe o aborto, quando uma mulher resolve fazê-lo procura meios e faz e muitas delas morrem por isso!

    Apesar de ser contra o aborto, mesmo legalizado eu não faria, eu sou à favor da legalização, pq sou à favor da liberdade que cada um tem de escolher o que quer fazer da própria vida!

    ResponderExcluir
  3. Sou a favor do aborto por um único motivo. Uma mãe que pensa em assassinar o próprio filho, não tem a menor condição psicológica de criar uma criança. Então é melhor abortar o processo logo no começo e evitar que a criança viva largada no mundo e acabe virando um criminoso...
    É claro que é sempre melhor prevenir do que remediar, concordo que devem existir políticas públicas de esclarecimento e conscientização. E acho que pra evitar o uso indevido do aborto, o governo deveria esterilizar a mulher que o fizesse. Assim uma mulher pensaria muito bem antes de abortar, pois não teria uma segunda chance de cometer homicídio.

    ResponderExcluir
  4. Não, com certeza não ao aborto. Isso é crime!

    ResponderExcluir
  5. Não ao aborto!
    Sou totalmente contra...existem muitos meios para se evitar uma gravidez, portanto acho q deve-se ter mais responsabilidade diante de uma vida que está se formando.

    ResponderExcluir
  6. O assunto é mesmo polêmico e divide opiniões. Sugiro aos mais fortes que façam uma busca no Google para a palvra "aborto" e pesquisem em imagens. Só com o que se vê ali já é suficiente para formar uma opinião.

    ResponderExcluir
  7. Sou contra o aborto!E concordo com vc que políticas de conscientização nas comunidades e tbém nas esolas mostrando os métodos de se evitar uma gravidez funcionam bem mais que legalizar aborto.O problema é que os problemas do Brasil ñ se resumem só ao aborto,temos milhares de problemas pelo país que precisam de atenção tbém,e as pessoas estão se prendendo só nesse e ao meu ver desnessáriamente,pois o Serra assinou a lei do aborto quando era ministro da saúde,então o que entrar lá via fazer diferença.Estão todos lobos escondidos em pele de cordeiro...Valeu!Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Tuka,
    Você tocou num assunto "ferida". É muito polêmico, mas respeito a sua opinião e concordo com ela. Quando uma mulher tem ue decidir sobre um aborto é bem no início da gestação,no meio de um turbilhão de sentimentos. Muita gente que soube que estava grávida e se apavorou e desesperou no início, depois acabou por amar aquele novo ser. Tomar a decisão de matar uma vida assim logo no início é tão complicado...

    ResponderExcluir
  9. Sou contra o aborto!E concordo com vc que políticas de conscientização nas comunidades e tbém nas esolas mostrando os métodos de se evitar uma gravidez funcionam bem mais que legalizar aborto.O problema é que os problemas do Brasil ñ se resumem só ao aborto,temos milhares de problemas pelo país que precisam de atenção tbém,e as pessoas estão se prendendo só nesse e ao meu ver desnessáriamente,pois o Serra assinou a lei do aborto quando era ministro da saúde,então o que entrar lá via fazer diferença.Estão todos lobos escondidos em pele de cordeiro...Valeu!Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Sou a favor do aborto por um único motivo. Uma mãe que pensa em assassinar o próprio filho, não tem a menor condição psicológica de criar uma criança. Então é melhor abortar o processo logo no começo e evitar que a criança viva largada no mundo e acabe virando um criminoso...
    É claro que é sempre melhor prevenir do que remediar, concordo que devem existir políticas públicas de esclarecimento e conscientização. E acho que pra evitar o uso indevido do aborto, o governo deveria esterilizar a mulher que o fizesse. Assim uma mulher pensaria muito bem antes de abortar, pois não teria uma segunda chance de cometer homicídio.

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...