Ache aqui o que você procura!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Mais polêmica

Outro assunto polêmico sobre o qual queria opinar aqui é a adoção de crianças por casais gays. Novamente peço licença para deixar de lado as questões religiosas e tratar o assunto de forma mais fria.

A lei impede que casais homoafetivos adotem crianças, mas essa mesma lei permite que uma criança seja arrancada dos braços da sua mãe e entregue a um pai (oi?) que no mínimo a deixou morrer sem socorro em condições de extrema dor e sofrimento (Caso Joanna).

Ora, se a justiça entrega a guarda de uma criança para ser negligenciada e morta nas mãos do próprio pai, qual o problema em entregar a guarda para um casal de gays que podem dar a essa criança amor e cuidados dignos? 

Temos visto todo tipo de barbárie cometida por quem deveria cuidar, proteger e amar que não consigo entender a relutância em se permitir que pessoas que tem capacidade para amar e cuidar sejam impedidas de adotar.

As pessoas que se candidatam à adoção, sejam elas gays ou não, devem ser investigadas para saber se tem mesmo condições EMOCIONAIS e PSICOLÓGICAS para adotar uma criança, pois estas condições devem contar muito mais que as financeiras, religiosas e outras questões mais preconceituosas do que práticas. Afinal, famílias ditas "normais" não são perfeitas. Pais e mães, apesar do amor, também erram na criação de seus filhos.
Não vou me estender muito nesse assunto, me faltam argumentos técnicos e os emotivos me embaçam um pouco a razão, mas o que penso é que crianças não devem viver em abrigos, nem nas ruas ou em qualquer outra situação de abandono enquanto houverem pessoas capazes de amá-las e educá-las desejando adotá-las.


Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Concordo plenamente com você.

    e conheço um casal de gays que tem hoje 2 filhos adotivos (como eu não sei explicar exatamente tá...rs).
    E são criados com muito amor, respeito, são crianças lindas, e super sociáveis.
    O menor ainda não tem idade para entender muito, mas a maior sabe q tem 2 pais que a amam muito, e se sente feliz por ter sido "escolhida" entre tantos.

    Sou muito a favor da adoção. Um dos meus maiores amores, a minha Jéssica, veio para minha vida através de adoção. Meu amigo e sua ex-esposa a adotaram e ela se transformou o centro de nossas vidas.
    Por ela nos lutamos, choramos, fomos a todas as audiências, e graças a Deus hj ela está conosco, pra sempre!
    e tenho vontade de ter meus filhos biológicos, e também poder dar um lar e uma família a alguma criança.

    Podem me chamar de preconceituosa, má e bla bla bla, mas acho q muita gente que trata animal como filho, podia adotar uma criança, e ver que a recompensa é bem maior do q a de um animal.

    falei d+ acho..rs

    beijos Tuka

    ResponderExcluir
  2. Tuka amada,

    Sua indignação é legítima, principalmente quando pensamos no caso da Joana e tantas outras cças que foram entregues pela justiça aos pais algozes! Lembra dos irmãozinhos que foram esquartejados pelo pai e pela madrasta?! Eles pediram para não voltar para lá e mesmo assim foram entregues para serem mortos pelo próprio pai!!!

    Com relação à adoção homoafetiva nós do universo da adoção já vimos alguns excelentes progressos graças a juizes e juízas que, despojados do preconceito sexual e de entraves religiosos, já criaram jurisprudência e deram o direito a casais homoafetivos de adotarem juntos, constando na certidão dos filhos adotivos os nomes dos dois pais ou das duas mães!
    Ainda não é o ideal, pq os casais que desejam colocar os nomes de ambos na certidão dos filhos precisam de um bom advogado e este precisa buscar na jurisprudência arguementos para conseguirem seu intento, mas já é um passo!!!
    O ideal seria que estes casais se habilitassem juntos e não precisassem passar por nada diferente de um casal hetero, mas pela forma com as coisas vêm caminhando nos últimos dois anos, imagino que esse dia não estará longe de chegar!!!
    Infelizmente a nova lei de adoção deixou de lado a regulamentação sobre adoção homoafetiva, o que não impede que juízes de bom senso dêem o direito legítimo aos filhos de terem os nomes de seus pais ou de suas mães!!!
    A ideoneidade moral de uma pessoa não se baseia na orientação sexual e sim na sua conduta de honestidade, integridade de caráter.
    Tem tanto casal hétero que não tem a menor condição moral nem emocional de criar sequer um cachorro, quanto mais uma cça!!!
    Os avanços vêm chegando neste campo conforme a sociedade vai se abrindo!!!
    Antigamente era inimaginável a um homossexual assumir seu relacionamento e hj já temos, graças a Deus, casais homo com filhos, que vão à reunião de escola, às festinhas e comemorações e são respeitadas!!!

    Um grande beijo,

    Cláudia

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente TUKA, o que importa é a estrutura psicológica da família que vai receber uma criança. Não entendo como um país como o nosso que tem inúmeras crianças abandonadas poder ser tão burocrático e hipócrita no sistema de adoção.

    Super beijos querida e essa semana vc está botando fogo nesse blog! uahauahauah

    ResponderExcluir
  4. Muito bem escolhido o tema, querida.

    Ficam nessa discussão ridícula se pode ou não pode um casal homossexual adotar uma criança, enquanto essas crianças ficam em abrigos abandonadas esperando ... e o interessante é que essas crianças abandonadas foram concebidas por casais heterossexuais! rs

    bjs querida.

    Ps. Meu blog está em novo endereço.

    ResponderExcluir
  5. Voce disse tudo nessa frase:
    "crianças não devem viver em abrigos, nem nas ruas ou em qualquer outra situação de abandono enquanto houverem pessoas capazes de amá-las e educá-las desejando adotá-las."
    Muito bom.. beijos querida.

    ResponderExcluir
  6. Estou com Você Tuka.

    Deve ser feita avaliação emocional e psicológica, mas, o importante é assegurar que as crianças tenham um lar, amor, carinho e educação.
    O que não dá é prá viver vendo tanta injustiça com as crianças.

    bjs

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...