Ache aqui o que você procura!

sábado, 17 de setembro de 2011

Semana Farroupilha

Este post foi originalmente publicado em 17/09/2010, mas estando novamente na semana farroupilha, um ano depois, resolvi republicá-lo. É uma boa maneira de homenagear minha terra e de levar a conhecer o nosso jeito para quem vive longe do Rio Grande. Para quem já leu, vale a pena ler de novo.

=======================

Estamos em plena semana Farroupilha, dia 20 de Setembro comemoramos o orgulho de ser gaúcho e exibimos nossas tradições e costumes. 


----------------------------------------------------------------------------------------
Saga Farrapa marcou o Rio Grande
As comemorações da Revolução Farroupilha - o mais longo e um dos mais significativos movimentos de revoltas civis brasileiros, envolvendo em suas lutas os mais diversos segmentos sociais - relembra a Guerra dos Farrapos contra o Império, de 1835 a 1845. O Marco Inicial ocorreu no amanhecer de 20 de Setembro de 1835. Naquele dia, liderando homens armados, Gomes Jardim e Onofre Pires entraram em Porto Alegre pela Ponte da Azenha.
A data e o fato ficaram registrados na história dos sul-rio-grandenses como o início da Revolução Farroupilha. Nesse movimento revolucionário, que teve duração de cerca de dez anos e mostrava como pano de fundo os ideais liberais, federalistas e republicanos, foi proclamada a República Rio-Grandense, instalando-se na cidade de Piratini a sua capital.

Acontecendo-se a Revolução Farroupilha, desde o século XVII o Rio Grande do Sul já sediava as disputas entre portugueses e espanhóis. Para as lideranças locais, o término dessas disputas mereciam, do governo central, o incentivo ao crescimento econômico do Sul, como ressarcimemto às gerações de famílias que lutaram e defenderam o país. Além de isso não ocorrer, o governo central passou a cobrar pesadas taxas sobre os produtos do RS. Charque, couros e erva-mate, por exemplo,passaram a ter cobrança de altos impostos. O charque gaúcho passou a ter elevadas, enquanto o governo dava incentivos para a importação do Uruguai e Argentina.

Já o sal, insumo básico para a preparação do charque, passou a ter taxa de importação considerada abusiva, agravando o quadro. Esses fatores, somados, geram a revolta da elite sul-riograndense, culminando em 20 de Setembro de 1835, com Porto Alegre sendo invadida pelos rebeldes enquanto o presidente da província, Fernando Braga, fugia do Rio Grande. 


----------------------------------------------------------------------------------------


 Eu tenho sim muito orgulho de ser gaúcha,um povo diferente do resto do povo brasileiro. Somos uma gente forte, de espírito guerreiro e alma libertária, temos costumes e tradições muito arraigados e próprios que nos diferem do restante dos brasileiros. Não quero dizer com isso que somos melhores, nem piores. Somos apenas isso, diferentes.

Quando fiz o supletivo para terminar meu 2º grau (ensino médio para os mais modernos) tinha um professor de OSPB que era tradicionalista até o último grau. Dava aulas pilchado (usando a indumentaria tradicional do gaúcho) e havia sido patrão de CTG (Centro de Tradições Gaúchas). Era todo gaudério e viva alardeando as maravilhas de ser gaúcho e as coisas boas que o nosso estado possuía.

Um dia perguntou na sala de aula qual era o melhor estado da Federação, ao que todos responderam prontamente: Rio Grande do Sul, achando que fosse esta a resposta óbvia. Não. Calmamente e com o jeito engraçado de sempre disse assim: "O melhor estado do Brasil é Santa Catarina!" e antes que o espanto de todos causasse tumulto na sala completou: "É o estado que separa nós do resto da porcaria lá de cima!" 

Rimos muito, mas é claro que ele não pensava assim de verdade, mas era uma maneira de nos explicar o quanto éramos diferentes do resto, desde a maneira de falar, de agir, nossas posições políticas, nossa disposição para a defesa de ideais. 

Somos muito incompreendidos pelas pessoas de outros estados que não nos "estudam" um pouco. Defendemos posições geralmente diferentes, nos comportamos de um jeito único, enfim, somos gaúchos. Este termo serve muito para nos definir: é o jeito dele, ele é gaúcho.

Nossa bebida mais comum é uma espécie de chá, quente e amargo, tomado em uma cuia e passado de mão em mão. Muitos acham esse um ritual estranho, mas para nós é o componente obrigatório numa roda de conversa. Nosso "happy hour" pode ser feito a qualquer hora do dia, basta uma cuia de chimarrão e uma chaleira de água, logo um se aproxima e depois outro e mais outro e logo tá formada a roda.

Os homens são chamados de peões e as mulheres de prendas. É claro que não é assim no dia-à-dia, mas é ou não é uma forma bonita de se chamar uma mulher? Os homens geralmente são muito cavalheiros e tratam suas "prendas" com muito amor e respeito.

Tudo isso, associado às nossas belezas naturais, à rivalidade acirrada mas sadia entre ximangos e maragatos, gremistas e colorados, às nossas tradições e costumes, fazem com que cada um nós sinta muito orgulho em ser gaúcho, em pertencer à esta terra, em ter suas raízes fincadas neste chão.


----------------------------------------------------------------------------------------

As comemorações do Movimento Farroupilha, que até 1994 restringiam-se ao ponto facultativo nas repartições públicas estaduais e ao feriado municipal em algumas cidades do Interior, ganharam mais um incentivo a partir do ano 1995. Definida pela Constituição Estadual com a data magna do Estado, o dia 20 de Setembro passou a ser feriado. O decreto estadual 36.180/95, amparado na lei federal 9.093/95, de autoria do deputado federal Jarbas Lima (PPB/RS), especifica que "a data magna fixada em lei pelos estados federados é feriado civil".

----------------------------------------------------------------------------------------


Ouçam o nosso hino e acompanhem a letra  É muito bonito e fala muito sobre nós, é cantado em cerimonias dos mais diversos tipos e é muito difícil conhecer um gaúcho que não saiba cantá-lo


Hino Rio-Grandense
Fontoura / Joaquim José de Mendanha


Por: Tuka Siqueira / @TukaSiqueira
Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. É linda a tradição de vcs...
    conheço pouco, e pouco das músicas tbm.

    Já fui a um CTG aqui em São Paulo... assisti uma banda de meninas que tocam vaneira.
    conhece a Só Gurias?

    eu acho lindo o jeito de vcs falarem, tudo tudo!!!

    quem sabe um dia eu não fujo para o Sul?

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todo povo gaúcho. Ainda vou conhecer essa terra que admiro tanto.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Eba...no final do ano estaremos por ai... Queria levar o Souza pra conhecer um CTG conhece algum ?
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ai que post legal, me remete aos tempos de escola qnd estudava sobre isso na aula de historia. rsrsrs
    Aqui em Araguaina todo ano um pessoal ai do Sul faz uma festa bem tipica, com shurrasco, chimarrão e dancas tipicas, infelizmente eu nao tive a oportunidade de ir mas me falaram q é bem bonito.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, acabo de conhecer o seu blog e...ue história: 5 filhos! É uma guerreira mesmo, rs.
    A mãe do meu afilhado também é portadora de EM e seu das dificuldades.
    Bom, faço aqui meu convite: vá conhecer o meu cantinho, tá rolando sorteio.

    bjs,

    ResponderExcluir
  6. Tuka com certeza uma aula de história! Parabéns aos gaúchos!
    beijocas,
    mari.

    ResponderExcluir
  7. Que legal poder conhece um pouquinho mais do povo gaúcho!!!
    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Tuka,

    Sou gaúcha de coração!
    Gosto muito da cultura e da hospitalidade do povo gaúcho.
    Já fui algumas x mas quero ir mais...quem sabe o próximo natal nosso não seja ai pela região.

    Eu já garanti meu gaúcho..rs...mas ele perdeu quase todo o sotaque já...as x falo mais gauches q ele...rs..

    Bjão e parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  9. 20 DE SETEMBRO, PARTICULARMENTE NUNCA DEMOS MUITA IMPORTÂNCIA PARA ESSA DATA, MAS COMO DIZ O DITADO,"TEMOS QUE PERDER PRA DAR VALOR", E AGORA QUE ESTAMOS LONGE, COM NÓS NÃO FOI DIFERENTE. SAUDADES, MUITAS SAUDADES DO NOSSO RS. PARABÉNS A TODOS OS GAÚCHOS, NÃO SÓ OS QUE ESTÃO NO RS, MAS OS QUE ESTÃO FORA TAMBÉM, QUE NÃO SÃO POUCOS.

    ResponderExcluir
  10. 20 DE SETEMBRO, PARTICULARMENTE NUNCA DEMOS MUITA IMPORTÂNCIA PARA ESSA DATA, MAS COMO DIZ O DITADO,"TEMOS QUE PERDER PRA DAR VALOR", E AGORA QUE ESTAMOS LONGE, COM NÓS NÃO FOI DIFERENTE. SAUDADES, MUITAS SAUDADES DO NOSSO RS. PARABÉNS A TODOS OS GAÚCHOS, NÃO SÓ OS QUE ESTÃO NO RS, MAS OS QUE ESTÃO FORA TAMBÉM, QUE NÃO SÃO POUCOS.

    ResponderExcluir
  11. Tuka com certeza uma aula de história! Parabéns aos gaúchos!
    beijocas,
    mari.

    ResponderExcluir
  12. Oi Tuka que legal seu post, uma verdadeira aula de história. Obrigada, beijos.

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...