Ache aqui o que você procura!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Cenas de hospital

Agora que já passaram alguns dias e eu ainda me recupero do susto e do cansaço, vou contar minha epopéia hospitalar com minha bebê.

Ela estava há alguns dias com tosse, mas nada demais, ativa, se alimentando bem. Na quarta-feira fui à Porto Alegre, na tal viagem citada no post anterior, quando retornei, já mais de 10 horas da noite ela tava com febre. Dei o anti-térmico, fiz uma nebu e ela ficou bem, quis brincar e fazer folia ao invés de dormir. No dia seguinte acordou bem, mas perto do meio dia teve febre de novo. Novamente mediquei e ela ficou ótima. Dormiu um soninho e qdo acordou tava sem febre mas ofegante e abatida.

Levamos ao PA que encaminhou direto ao hospital. No hospital, enquanto fazia a ficha no balcão ela ficou roxa e então um enfermeiro veio e levamos ela direto para o oxigênio. Este foi o susto, entrar no hospital com minha bebê de 9 meses desfalecida e roxa em meus braços. Pra encurtar a história, ficamos 10 dias lá. Dois dias no oxigênio, soro, antibióticos... Mas ela saiu bem, só ainda com uma conjuntivite que apareceu pra "ajudar".

Mas o pior de hospital é que além de você estar ali com sua filha doente, dormindo sentada numa cadeira horrorosa, passando frio e com suas outras filhas e casa completamente abandonadas, você ainda tem que sofrer com as desgraças alheias. Histórias tristes, dramas familiares de gente que nem conhecemos, mas que não conseguimos nos manter alheios. E ainda tem o povo sem noção. Mães que estão ali, mas se comportam como se estivessem numa festa, falam alto, dão risadas, se reunem em rodinhas pra bater papo enquanto seus filhos choram ou correm pelos corredores com as fraldas sujas fazendo gritaria e bateção de portas tarde da noite enquanto outras crianças (e mães) tentam descansar um pouco. 

O atendimento no nosso hospital melhorou muito nos últimos anos, eu não tenho queixas. Enfermeiras e técnicos todos muito prestativos e eficientes, mas sem pulso nenhum pra controlar esse nosso povinho sem educação.
Essas são só algumas histórias da minha "temporada" no HCB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...