Ache aqui o que você procura!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Esclerose Múltipla e capacidade cognitiva

Cá estou eu novamente querendo escrever algo que está na minha mente, mas as palavras não aparecem para que eu possa verbalizar o que sinto. Esse efeito emburrecente não é só pela falta de leitura, embora esse seja com certeza o fator mais importante. 

Tem o fator Esclerose Múltipla também. É o sintoma do qual mais me queixo e que é tão subjetivo que não pode ser medido nem avaliado corretamente sem que sejam necessárias muitas sessões com a neuropsicóloga. Mas depois de apenas algumas, recebi um parecer que concordava com o que eu digo. Não perdi minha memória, nem capacidade de raciocínio, mas a fadiga causada pela doença, principalmente a fadiga mental, o stress e alguns outros fatores similares afetam significativamente minha capacidade cognitiva, o processo de conhecer, que envolve atenção, percepção, memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem, tudo isso fica muito lento e limitado. 

Tenho mil idéias, mas na hora de transformá-las em palavras, dá um "rosa" total. Mesmo quando falo com alguém, tenho dificuldade em organizar as idéias, em seguir uma linha de pensamento, em achar as palavras certas, que expressem realmente o que quero dizer, esqueço completamente de palavras de uso corriqueiro e perco o foco do assunto fácilmente. Como agora, comecei a escrever pra falar sobre o quê mesmo?
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Essa é uma queixa constante, muitos portadores de E.M. reclamam da perda da capacidade cognitiva, falta de memória e dificuldade de raciocínio rápido. E é um sintoma/sequela difícil de se quantificar por isso não se consegue benefício no INSS com base nesta queixa, por mais que ela inviabilize sua condição de trabalho.

    ResponderExcluir
  2. "rosa" total adorei... mas continue a escrever... faz bem para vc e para quem ler...
    felicidades
    http://burrochora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Essa é uma queixa constante, muitos portadores de E.M. reclamam da perda da capacidade cognitiva, falta de memória e dificuldade de raciocínio rápido. E é um sintoma/sequela difícil de se quantificar por isso não se consegue benefício no INSS com base nesta queixa, por mais que ela inviabilize sua condição de trabalho.

    ResponderExcluir
  4. "rosa" total adorei... mas continue a escrever... faz bem para vc e para quem ler...
    felicidades
    http://burrochora.blogspot.com

    ResponderExcluir

Que bom que você veio!
Deixe aqui a sua impressão,
opinião ou recadinho.
Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...